Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Exportação de Nutrientes pela Grama Bermuda  ‘Tifdwarf’ em Greens de Campos de Golfe1

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/VII-SIGRA-a18

 

downloadpdf

Caroline de M. D’A. Mateus2, Roberto L. V. Bôas3 & Maurício R. de Oliveira4

 

Resumo:  Dentro do manejo de greens de campos de golfe, a adubação e nutrição ainda são assuntos não pesquisados e estudados nas condições climáticas brasileiras. Objetivou-se com este trabalho analisar a exportação de nutrientes pela grama bermuda ‘Tifdwarf’ utilizada em greens de campos de golfe no Brasil, como um primeiro passo para a adequação do manejo da adubação dessas áreas. Com os valores quinzenais obtidos de fitomassa seca e de concentração de nutrientes na lâmina foliar, obteve-se a quantidade de nutrientes na lâmina foliar de cada green nos dois campos de golfe estudados, determinando-se a exportação de nutrientes pelas aparas das folhas retiradas desses locais. Os greens foram estudados por um período de um ano, caracterizando assim todas as estações do ano. A ordem de exportação de nutrientes pelas aparas da grama bermuda utilizada nos greens dos dois campos de golfe ao longo do ano foi: N > K > Ca > P > S > Mg >> Fe >> Zn > Mn > Cu > B. A exportação de nutrientes pelas aparas das folhas de grama bermuda ‘Tifdwarf’ utilizada nos greens foi diferente entre os dois campos de golfe estudados, em função da adubação e, principalmente, do número de cortes realizado.

Palavras-chave: gramados esportivos, nutrição de gramados, Cynodon dactylon (L.) Pers. x Cynodon transvaalensis Burtt-Davey

 

1 Apoio: Fazenda da Grama Country & Golf Club e Fazenda Campo Alto. Parte da Tese de Doutorado do primeiro autor: PPG em Agronomia / Horticultura da FCA/UNESP; Projeto financiado pela FAPESP, processo 2011/06939-1
2 Engenheira Agrônoma, Doutora em Agronomia / Horticultura / FCA/UNESP; caroline_mateus@hotmail.com;
3 Professor Titular do Departamento de Solos e Recursos Ambientais, FCA/UNESP; rlvboas@fca.unesp.br;
4 Engenheiro Agrônomo, Doutorando em Agronomia / Agricultura / FCA/UNESP; oliveira_mr@yahoo.com.br;

 

Literatura Citada

CAMPBELL, C.R.; PLANK, C.O. Sample preparation. In: PLANK, C.O. (ed). Plant Analysis Reference Procedures for the Southern Region of the United States. Southern Cooperative Series Bulletin 368, 1992, p.1-11. Disponível em: <http://www.cropsoil.uga.edu/~oplank/sera368.pdf>. Acesso em: 04 de setembro de 2008.

CARROW, R. N.; WADDINGTON, D. V.; RIEKE, P. E. Turfgrass soil fertility and chemical problems: assessment and management, Hoboken: John Wiley & Sons, 2001, 400p.

MALAVOLTA, E.; VITTI, G.C.; OLIVEIRA, S.A. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações, 2ed. Piracicaba: POTAFOS, 1997, 317p.

JONES JUNIOR, J. B. et al. Plant analysis handbook: a practical sampling, preparation, analysis, and interpretation guide, Athens: Micro-Macro, 1991, 213 p.

McCARTY, L. B. et al. Fundamentals of turfgrass and agricultural chemistry, New York: John Wiley & Sons, 2003, 376p.

McCARTY, L. B.; MILLER, G. Managing bermudagrass turf: selection, cultural practices and pest management strategies, Chelsea, MI: Ann Arbor Press, 2002, 221p.

PLANK, C. O.; CARROW, R. N. Plant analysis: an important tool in turf production, University of Georgia, College of Agriculture and Environmental Sciences, 2003. Disponível em: <http://www.cropsoil.uga.edu/~oplank/plantanalysisturf/index.html>. Acesso em: 27 de agosto de 2008.

PLANK, C.O. Plant Analysis Handbook for Georgia, Atenas: Cooperative Extension Service Pub., Univ. of Georgia, 1989, 63p. Disponível em: <http://aesl.ces.uga.edu/docbase/publications/plant/plant.html>. Acesso em: 04 de setembro de 2008.

SARTAIN, J. B. Keeping potassium in balance. Golf Course Management, Lawrence, p. 53-55, jul., 1995.

TAPIA, D. Como avaliar a qualidade de um campo de golfe. In: SIMPÓSIO SOBRE GRAMADOS, 5, 2010, Botucatu. Anais. Botucatu: Departamento de Solos e Recursos Ambientais, Universidade Estadual Paulista, 2010. CD-ROM.