Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

Produção do Feijoeiro Correlacionado com Teor de Matéria Orgânica, Fósforo e Potencial Hidrogeniônico em Um Latossolo Vermelho Distroférrico sob Plantio Direto em Selvíria - MS

DOI: http://dx.doi.org/10.12702/II-SGEA-a42

 

downloadpdf

Guilherme S. A. Souza1, Rafael Montanari2, Morel P. Carvalho3, Luis T. R. Godoy1 & Lenon H. Lovera1

 

Resumo: Enfocando a variabilidade espacial e temporal das necessidades de aplicação de insumos, a agricultura de precisão auxilia entre várias outras a cultura do feijão (Phaseolus vulgaris L.) O presente trabalho teve como objetivo analisar a relação da produtividade de grãos de feijão com a concentração dos atributos químicos do solo (teor de matéria orgânica, teor de fósforo disponível no solo e o potencial hidrogeniônico) em diferentes profundidades, de um Latossolo Vermelho distroférrico. Para este estudo, foi instalada em Selvíria-MS, uma malha amostral em uma área cultivada com a cultura do feijoeiro sob plantio direto. O estudo foi realizado no ano agrícola de 2006/2007. A malha, composta de 117 pontos amostrais, possuiu 9transeções de 40 x 40 m, sendo de 5 x 5 m o espaçamento entre elas, para a grande malha e de 6,67 m para a de refinamento. Os dados foram submetidos a uma análise estatística clássica e posterior análise geoestatística. A produtividade foi estimada por meio de mapas de krigagem e co-krigagem com valores de P e pH como variáveis auxiliar, havendo uma subestimativa dos valores da [PRG=f(pH1)] e [PRG=f(P3)]. Concluiu-se que valores de P na faixa de 17,6-24,8 mg dm-3, assim como os de pH na faixa de 5,0-5,4, indicaram sítios com os mais elevados valores de produtividade de grãos do feijoeiro, estabelecidas entre 2200-2600 kg ha-1.

Palavras-chave: geoestatística; manejo do solo; ciências agrárias de precisão

 

Abstract: Focusing on the spatial and temporal needs of the application of inputs, precision agriculture aids among several others to the bean (Phaseolus vulgaris L.). This study aimed to evaluate the relation between bean yield with soil chemical attributes (organic matter, available phosphorus and hydrogen potential), in different depths of a distroferric Oxisol. The experiment was installed in Selvíria-MS, containing a grid 9 sections of 40 x 40 m and the spacing between them was 5 x 5 m. The grain yield was estimated using kriging and cokriging maps with values of phosphorus and hydrogen potential, concluding that P-values ranging from 17.6 to 24.8 mg dm-3, as well as the hydrogen potential in the range of 5.0 to 5.4, indicated sites with the highest values of bean yield, which is 2200 to 2600 kg ha-1.

Key words: geostatistic; soil management; precision agriculture

 

1 Alunos de Graduação, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS, Unidade Universitária de Aquidauana, Rodovia Aquidauana-Cera, Km 12, Aquidauana-MS, CEP:79200-000, guilhermesilverio.ms@hotmail.com
2 Professor Doutor, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS, Unidade Universitária de Aquidauana, rafamontana@uems.br
3 Professor Doutor do Departamento de Fitossanidade, Engenharia Rural e Solos, UNESP, Campus de Ilha Solteira, morel@agr.feis.unesp.br

 

Literatura Citada

ANDRADE, F. V.; MENDONÇA, E. S.; ALVAREZ, V. V. H.; NOVAIS, R. F. Adição deácidos orgânicos e húmicos em Latossolos e adsorção de fosfato. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v.27, p.1003-1011, 2003.

BAYER, C.; MIELNICZUCK, J. Dinâmica e função da matéria orgânica. In: SANTOS, G. A. et al. Fundamentos da matéria orgânica do solo: ecossistemas tropicais e subtropicais. 2. ed. Porto Alegre: Metrópole, 2008. Cap. 2, p. 9-23.

BEZERRA, C. R. F. Variabilidade espacial da produtividade de forragem do milho safrinha em função de atributos químicos do solo. 2008. 70 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Engenharia, Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, 2008.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de métodos de análise de solo. Rio de Janeiro: 1979.

CAMARGO, F. A. O.; SANTOS, G. A.; GUERRA, J.G.M. Macromoléculas e substâncias húmicas. In: SANTOS, G. A.; CAMARGO, F. A. O. (Eds.). Fundamentos da matéria orgânica do solo: ecossistemas tropicais e subtropicais. Porto Alegre: Genesis, p.27-40, 1999.

CANELLAS, L. P.; SANTOS, G. A.; AMARAL, N. M. B. Reações da matéria orgânica. In: SANTOS, G. A.; CAMARGO, F. A. O. (Ed.). Fundamentos da matéria orgânica do solo: Ecossistemas tropicais e subtropicais. Porto Alegre: Gênesis, 1999. p.69-90.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO – CONAB. Análise da Conjuntura Agropecuária safra 2010/11: Feijão. Disponível em: <http://www.seab.pr.gov.br>. Acessado em: 10 dez 2010.

DEMATTÊ, J. L. I. Levantamento detalhado de solos do “Campus Experimental de IlhaSolteira”. Piracicaba: Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, 1980. 44p.

KITAMURA, A. E.; CARVALHO, M. P.; LIMA, C. G. R. Relação entre a variabilidade espacial das frações granulométricas do solo e a produtividade do feijoeiro sob plantio direto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 31, p.361 -369, 2007.

MARTINS, M. V. Aspectos lineares e espaciais da correlação entre a produtividade de feijão (Phaseolus vulgaris L) com atributos físicos do solo. 2007. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Agronomia) – Faculdade de Engenharia, Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, 2007.

MARTINS, M. V.; CARVALHO, M. P.; ANDREOTTI, M.; MONTANARI, R. Correlação linear e espacial entre a produtividade do feijoeiro e atributos físicos de um Latossolo Vermelho Distroférrico de Selvíria, Estado de Mato Grosso do Sul, Acta Scientiarum Agronomic, Maringá, v.31, p.147-154, 2009.

MONTANARI, R.; MARQUES JÚNIOR, J.; PEREIRA, G. T.; SOUZA, Z. M. Forma da paisagem como critério para otimização amostral de latossolos sob cultivo de cana-de-açúcar. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v.40, n.1, p.69-77, 2005.

MEGDA, M. M.; CARVALHO, M. P.; VIEIRA, M. X.; ANDREOTTI, M.; PEREIRA, E. C. Correlação linear e espacial entre a produtividade de feijão e a porosidade de um latossolo vermelho de Selvíria (MS). Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 32, p.781-788, 2008.

MONTANARI, R.; PEREIRA, G. T.; MARQUES JÚNIOR, J.; SOUZA, Z. M.; PAZETO, R. J.; CAMARGO, L. A. Variabilidade espacial de atributos químicos em Latossolo e Argissolos. Ciência Rural, Santa Maria, v.38, n.5, p.1266-1272, 2008.

RAIJ, B.V; QUAGGIO, J.A; CANTARALLA, H.Análise química do solo para fins de fertilidade. Campinas: Fundação Cargill, 1987. 170p.

SOUZA, L. S.; COGO, N. P.; VIEIRA, S. R. Variabilidade de fósforo, potássio, e matéria orgânica no solo em relação a sistemas de manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v.22, p.77-86, 1998.

SOUZA, D. M. G. S.; MIRANDA, L. N.; OLIVEIRA, S. A. V – A acidez do solo e sua correção. In: NOVAIS, R. F. et al. Fertilidade do solo: a acidez do solo e sua correção, Viçosa, 2007. Cap. 5, p. 205-274.

WARRICK, A.W.; NIELSEN, D.R. Spatial variability of same physical properties of the soil. In: HILLEL, D. ed.Applications of soil physics.New York: Academic Press, 1980. p.319-344.