Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Prevenção da Insônia em Bebês

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1019/mud.v17n1p22-26

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/MUD/index 

downloadpdf

Ryad Simon1

 

Resumo: A partir dos achados de pesquisa com mães de bebês com insônia (Tenembojm), evidenciando que estas apresentam diferença estatisticamente significante relativa aos grupos adaptativos da EDAO - Escala Diagnóstica Adaptativa Operacionalizada (Simon) e do Inventário de Depressão de Beck, é possível compor uma história natural da insônia em bebês. A partir desta, é possível organizar um programa de prevenção da insônia em bebês, com apoio de psicólogos, obstetras, ginecologistas e pediatras. A ajuda psicológica às mães e seus familiares baseia-se principalmente no atendimento em PBO – Psicoterapia Breve Operacionalizada (Simon), aplicada no período de gestação, no grupo de maior risco. E acompanhada pela equipe de prevenção após os primeiros meses do nascimento. É enfatizada a importância da detecção da insônia do bebê como indicativa de dificuldades adaptativas na mãe, na dupla, e mesmo do grupo familiar, requerendo intervenção em PBO para evitar prejuízo na evolução psíquica.

Palavras-chave: Insônia em bebês; Prevenção; Psicoterapia Breve Operacionalizada - PBO; Escala Diagnóstica Adaptativa Operacionalizada – EDAO.

 

Abstract: Starting from the research data gathered by Tenembojm with mothers of babies with insomnia – that show they present statistically significant differences to the adaptive groups of the AODS – Adaptive Operationalized Diagnostic Scale, by Simon, and the Beck Depression Inventory – it is possible to organize a natural history of insomnia in babies. Starting from this it is possible to organize a program to prevent insomnia in babies with the support of psychologists, obstetricians, gynecologists and pediatricians. The psychological help to mothers and relatives is mainly based on attention through BOP – Brief and Operationalized Psychotherapy (Simon), offered during gestation to the greatest risk group and accompanied by the prevention team after the first months after birth. It is emphasized the importance of the detection of insomnia in the baby as an indication of the adaptative difficulties of the mother, of the couple and of the family group, demanding intervention through brief and operationalized psychotherapy (BOP) to prevent breakdown in the emotional development

Key words: Baby insomnia-prevention; Brief and Operationalized Psychotherapy BOP; Adaptive Operationalized Diagnostic Scale AODS.

 

1 Professor Titular do Departamento. Psicologia Clínica – IP-USP. Orientador Acadêmico do Curso de Especialização em Psicoterapia Psicanalítica – IP-USP. Coordenador do Curso de Pós-Graduação lato sensu Psicoterapia Breve Operacionalizada – UNIP.

 

Literatura Citada

 

De Felice, E. M. (2006). Vivências da Maternidade. São Paulo: Vetor. Leavel, H. R., & Clark, E. G. (1965). Preventive Medicine for the Doctor in his Community. (3ª Ed.). N. York: Mc Graw-Hill.

Simon, R. (2005). Psicoterapia Breve Operacionalizada: Teoria e Técnica. São Paulo: Casa do Psicólogo.

Simon, R. (2008). Psicologia Clínica Preventiva: Novos Fundamentos (2ª Ed.). São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária - EPU.

Tenembojm, E. T. (2009, junho). Insônia em bebês: Estudo da Eficácia Adaptativa e Depressão em suas Mães. Anais do Simpósio da Associação de Psicoterapia Psicanalítica. São Paulo, Brasil, 10.