Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Cuidado com a Alma Imortal nos Diálogos Fédon, Fedro e República, de Platão

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v22n35p178-194

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ER/index 

downloadpdf

Edson P. Lopes1

  

Resumo: Como qualquer sociedade, os gregos refletiram acerca da temática das crenças religiosas, hoje reconhecidas como um dos relevantes princípios à compreensão integral do ser humano (SMITH, 2001, p. 15). Eles buscaram pontuar assuntos de filosofia da religião, tais como a existência de um transcendente em sua relação com o homem, e, a partir destas reflexões, a discussão em torno de uma alma imortal tornou-se assunto em pauta (ROHDE, 1983, p. 135). Esta temática pode ser percebida nos escritos de Platão, cuja filosofia demonstra a relevância dada à existência de uma alma imortal. Este artigo tem como finalidade refletir acerca da crença em uma alma imortal no pensamento de Platão, tendo como foco suas obras: Fédon, Fedro e República.

Palavras-chave: Filosofia da religião – Alma imortal – Platão.

 

Abstract: As any society, the Greeks reflected on the theme of religious beliefs, now recognized as one of the relevant principles in any integral understanding of human beings (SMITH, 2001, p. 15). They sought to discuss themes of philosophy of religion, such as the existence of transcendence and its relationship with human beings, and, based on this discussion, they reflected on the existence of an immortal soul (ROHDE, 1983, p. 135). This thematic can be perceived in the writings of Plato, whose philosophy demonstrates the relevance ascribed to the existence of an immortal soul. This text aims at reflecting on the belief on an immortal soul in Plato’s thought, focusing on his works Phaedo, Phaedrus, and Republic.

Keywords: Philosophy of Religion “ Immortal soul “ Plato.

 

1 Docente de período integral da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Doutor em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo. Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Licenciatura Plena em Filosofia pela Unifai. Autor dos livros: O conceito de teologia e pedagogia na didática de Comenius; A inter-relação da teologia com a pedagogia no pensamento de Comenius.

 

Literatura Citada

ANTISERI, D.; REALE, G. História da filosofia. São Paulo: Paulus, 1990. v. 1.

BRANDÃO, C. R. O que é educação. 5. ed. São Paulo: Brasiliense, 1982.

COTRIM, Gilberto. Fundamentos da filosofia. São Paulo: Saraiva, 1992.

DURANT, Will. História da filosofia. São Paulo: Abril Cultural, 1997.

FRAILE, G. Historia de la filosofía: Grecia y Roma. Madrid: BAC, 1990. v. 1.

GIGON, O. Los orígenes de la filosofía griega. 2. ed. Madrid: Gredos, 1971.

GOLDSCHMIDT, V. A religião de Platão. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1970.

GRUBE, G.M.A. El pensamiento de Platón. Madrid: Grego, 1987.

HOMERO. Odisséia. Rio de Janeiro: Ediouro, 1999.

JAEGER, W. Paidéia: a formação do homem grego. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

JAEGER, W. Cristianismo primitivo y paideia griega. México: Fondo de Cultura Económica, 1993.

JEANNIÈRE, A. Platão. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995.

LOPEZ, J. G. La religión griega. Madrid: Istmo, 1975.

LUCE, J. V. Curso de filosofia grega do séc. VI a.C. ao séc. III d.C. 11. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1992.

MARROU, H. I. História da educação na antigüidade. São Paulo: Herder, 1971.

MARROU, H. I. História da educação na antigüidade. São Paulo: EPU, 1990.

NICHELE, P. M. A indagação sobre a imortalidade da alma em Platão. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1996.

OLSON, R. E. História da teologia cristã: 200 anos de tradição e reformas. São Paulo: Vida, 2001.

PETERS, F. E. Termos filosóficos gregos. 2. ed. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 1974.

PLATÃO. Apologia de Sócrates. São Paulo: Nova Cultural, 1999.

PLATÃO. República. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1949.

PLATÃO. Fédon. São Paulo: Abril Cultural, 2000a.

PLATÃO. República. São Paulo: Abril Cultural, 2000b.

PLATÃO. Fedro. São Paulo: Martin Claret, 2002.

PLATÃO. Diálogos. In:_____. Cartas. Pará: Universidade Federal do Pará, 1975. v. 5.

PLATÃO. Diálogos. In:_____. Fédon. São Paulo: Abril Cultural, 1972. v. 3.

PRANDI, G. As ciências das religiões. São Paulo: Paulus, 1999.

ROHDE, E. Psique: la idea del alma y inmortalidad entre los griegos. México: Fondo de Cultura Económica, 1983.

SMITH, H. Por que a religião é importante: o destino do espírito humano num tempo de descrença. São Paulo: Cultrix, 2001.

WILLIAMS, B. Platão: a invenção da filosofia. São Paulo: Unesp, 2000.