Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Deficiência e Trabalho: Pesquisas em Dissertações e Teses de 1989 a 2008

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2236-9767/impulso.v22n54p85-96

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/impulso/index 

downloadpdf

Juliane A. P. P. Campos1 & Juliana R. Sartori2

 

Resumo: A inclusão social de pessoas com deficiência pelo trabalho é importante tema de discussão. Este estudo objetivou investigar, por meio de resumos de dissertações de mestrado e teses de doutorado do banco da Capes, a situação atual da produção científica voltada ao estudo da profissionalização de pessoas com deficiência. Trata-se de um estudo exploratório- descritivo, embasado na técnica da pesquisa bibliográfica. Foram analisados os resumos de 66 estudos, oriundos de dissertações e teses de diferentes programas de pós-graduação do País. Os resultados sinalizam crescente interesse em estudos na área ao longo da década de 2000, com destaque às pessoas com deficiência intelectual. Observam-se, com maior frequência, estudos que tratam de políticas de inclusão no trabalho, seguidos de estudos que fazem uma caracterização da situação de trabalho para pessoas com deficiência e estudos que tratam da autopercepção de pessoas com deficiência e sua relação com o trabalho.

Palavras-chave: pesquisas; trabalho; deficiência.

 

Abstract: The social inclusion of disabled people through labor is an important subject of discussion. This study aimed at investigating, through abstracts of dissertations and doctoral theses from the bank of Capes, the current state of scientific studies focused on the professionalization of people with disabilities. This is an exploratory descriptive study, based on literature review. We analyzed the abstracts of 66 dissertations and theses from different graduate programs in the country. The results show an increasing interest in studies in this area throughout the 2000s, with a special emphasis on people with intellectual disabilities. Studies dealing with labor inclusion policies are more often, followed by studies that characterize the situation of people with disabilities and studies dealing with the perception of these people and their relationship to work.

Key words: research; work; disability.

 

1 Universidade Federal de São Carlos jappcampos@gmail.com
2 julianarsartori@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

ALMEIDA, M. A. A profissionalização do indivíduo portador de deficiência mental. In: ENCONTRO DAS APAES DO PARANÁ, 39., 2000, Sertanópolis. Anais… Sertanópolis: Grafcel, 2000, p. 45-56.

ARAÚJO, J. P.; SCHMIDT, A. A inclusão de pessoas com necessidades especiais no trabalho: a visão de empresas e de instituições educacionais especiais na cidade de Curitiba. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v.12, n. 2, p. 241-254, mai.-ago. 2006.

BERGAMO JÚNIOR, A. O trabalho de pessoas com deficiência em empresas privadas. 108 p. Dissertação (Mestrado em Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2009.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Saraiva, 1998.

BRASIL. Lei n° 8.213, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios daPrevidência Social e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 25 jul. 1991. Disponível em: <http://www.cedipod.org.br/lei8213.doc> Acesso em: 06 mar. 2005.

BRASIL. Lei nº 8.112 de 11 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Diário Oficial da União. Brasília, 12 dez. 1990. Disponível em: <http://www6.senado.gov.br/sicon/ListaReferencias.action?codigoBase=2&codigoDocumento=102416> Acesso em: 06 mar. 2005.

CESTARI, A. C. J. Deficiência mental e o mercado de trabalho: um estudo da visão dos empregadores, companheiros de trabalho e do próprio portador de deficiência mental. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) – Programa de Pós-Graduação, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, 2002.

CONGRESSO EUROPEU DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA. Declaração De Madri. Trad. Romeu Kazumi Sassaki. Espanha, 23 mar. 2002. Disponível em: <http://www.saci.org.br/index.php?modulo=akemi&parametro=2490 Acesso em: mai. 2006.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Dados sobre o desemprego no Brasil. Disponível em: <www.ibge.net/brasil>. Acesso em: jan. 2011.

JUSTINO, V. M. B. P. S. A profissionalização de uma pessoa portadora de necessidades educativasespeciais em um ambiente regular de trabalho. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1994.

LANCILLOTI, S. S. P. Deficiência e trabalho: o caso do Mato Grosso do Sul. Reunião Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, 23., Anais… Caxambu, 2000. Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/23/textos/1527p.PDF. Acesso em maio de 2010.

MANZINI, E. J. Análise de artigos da Revista Brasileira de Educação Especial (1992-2002). Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 9, n. 1, p. 13-24, 2003.

MELETTI, S. M. F. O significado do processo de profissionalização para o indivíduo com deficiência mental. Revista Brasileira de Educação Especial, Unesp, Marília, v. 7, p. 77-90, 2001.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO E EMPREGO. Características do emprego formal segundo a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), 2007. Disponível em: <http://www.mte.gov.br/rais/resultado_2007.pdf> Acesso em: 22 jan. 2011.

MENDES, E. G. et al. Estado da arte das pesquisas sobre profissionalização do portador de deficiência. Temas de Psicologia, v. 12, n. 1, p. 1-20, 2006.

NUNES, L. R. O. P.; GLAT, R., FERREIRA, J. R.; MENDES, E. G. A Pós-graduação em educação especial no Brasil: análise crítica da produção discente. Revista Brasileira de Educação Especial, n. 5, p. 113-126, 1999.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, aprovada pela Assembléia Geral da ONU em dezembro de 2006. Disponível em: <http://www.bengalalegal.com/onu.php> Acesso em: jul. 2008.

PEROSA, G. B. A colocação de deficientes mentais no mercado de trabalho: análise desta opção e treinamento de deficientes treináveis na função de empacotador de supermercado. 1979.

Dissertação (Mestrado) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1979.

ROSS, P. R. Trabalho das pessoas com deficiência: transformando barreiras em oportunidades. In: MANZINI, E. J. (Org.). Inclusão e acessibilidade. Marília: ABPEE, 2006. p. 171-180.

SARTORI, J. R.; SCHMIDT, A. Quando a pessoa com deficiência mental está preparada para o trabalho? Um estudo dos serviços de profissionalização de deficientes mentais na cidade de Curitiba. In: III Congresso Brasileiro de Educação Especial e III Encontro da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial, 4., Anais… São Carlos, 2008.

SOUZA, M. M. B. Preparação e colocação de jovens e adultos portadores de deficiência mental no mercado competitivo: instrução no ambiente real de trabalho. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1995.

TANAKA, E. D. O. Preparação profissional e social do portador de deficiência mental para o mercado de trabalho: comparação entre dois estudos. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 1996.

TANAKA, E. D. O.; MANZINI, E. J. O que os empregadores pensam sobre o trabalho da pessoa com deficiência? Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 11, n. 2, p. 273-294, 2005.

TINÓS, L. M. S.; CASTRO, S. F. De Cadernos de Educação Especial a Revista Educação Especial: uma análise dos últimos 5 anos (2002 - 2006). Revista de Educação Especial, Santa Maria, n. 30, 2007.

VELTRONE, A. A.; ALMEIDA, M. A. Perfil da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. Revista de Educação Especial, v. 23, n. 36, p. 73-90, 2010.