Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Qualidade da Produção de Batatas em Função da Mobilização do Solo

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v21n02a01

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Haroldo C. Fernandes1, Daniel M. Leite2, Lara S. Fernandes3 & Paula C. N. Rinaldi4

 

Resumo: Objetivou-se com este trabalho utilizar uma plantadora de batata para operar em solo cuja superfície não havia sido revolvida (plantio direto) ou pouco revolvida (cultivo mínimo); avaliar o desempenho da cultura instalada por meio de modificações da máquina e pelo plantio convencional. O experimento foi conduzido num delineamento em blocos casualizados, com as parcelas subdivididas e quatro repetições. Pelos resultados obtidos, conclui-se que: a produção de tubérculos comerciais não foi afetada pelos tratamentos e atingiu a média de 28.266 kg ha-1; sem amontoa o cultivo mínimo propiciou maior número e massa de tubérculos não comerciais; e que a amontoa, operação considerada imprescindível por alguns autores, se mostrou dispensável nas condições em que foi conduzido o experimento.

Palavras-chave: máquinas agrícolas, plantio direto, batata

 

Abstract: The objective of this study was to use a potato planter for operation in soils whose surface had not been plowed (no-tillage) or little plowed (minimum tillage), evaluating the performance of the installed culture by means of modifications to the machinery and conventional planting. An experiment was conducted in casual blocks was carried out with subdivided plots and four repetitions. The results showed that: the production of commercial tubers was not affected by the treatments and the average yield obtained was 28,266 kg ha-1; minimum tillage (MT) resulted in the greatest number and mass of non-commercial tubers; and tilling, an operation considered essential by some authors, showed to be dispensable for the conditions in which the experiment was performed.

Key words: agricultural machine, no-tillage, potato

 

1 Eng. Agrícola. Professor Associado. Departamento de Engenharia Agrícola / UFV – Viçosa, MG – 36570-000. haroldo@ufv.br
2 Lic. em Ciências Agrícolas. Doutorado em Engenharia Agrícola / UFV. daniel.mariano@ufv.br
3 Eng. de Alimentos. Mestranda em Engenharia Agrícola / UFV. Lara.fernandes@ufv.br
4 Eng. Agrícola. Doutoranda em Engenharia Agrícola / UFV. pcrinaldi@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

ABAMIG – ASSOCIAÇÃO DOS BATATICULTORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS Órgão Informativo da ABAMIG. 9, n.2. 2010.

BOLLER, W., PREDIGER, A.J., KLASSMANN, V. Sistemas de preparo do solo para a implantação da cultura da batata (Solanum tuberosum L.). In: Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola, Poços de Caldas: Anais..., Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola. p. 75-177. 1998.

CONSORTE, J.E. Implantação da cultura da batata. In: BRINHOLI, O. Cultura da batata. (Solanum tuberosum sp tuberosum). Botucatu: FCA/UNESP, 2, p.284-337. 1995.

EKEBERG, E.; RILEY, H.C.F. Effects of mouldboard ploughing and dicect planting on yield and nutrient uptake of potatoes in Norway. Nespa Hedmark, Norway. Soil & Tillage Research, v.39, p.131-142, 1996. doi

EMBRAPA. CNPS Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília: Embrapa. Produção de Informação: Rio de Janeiro: Embrapa Solos. 306p. 2006.

FILGUEIRA, F.A.R. Práticas culturais adequadas em bataticultura. Informe Agropecuário, v.20, n.197, p.34-41, 1999.

MULLER, D.R. BISOGNIN, D.A.; ANDRIOLO, J.L.; MORIN JÚNIOR, G.R.; GNOCATO, F.S. Expressão dos caracteres e seleção de clones de batata nas condições de cultivo de primavera e outono. Ciência Rural, v.39, n.05, p.1327-1334, 2009. doi

PÁDUA, J.G.; MESQUITA, H.A.; CARMO, E.L.; DUARTE, H.S.; DIAS, J.P.T.; DUARTE FILHO, J. Potencial produtivo de cultivares francesas de batata para o estado de Minas Gerais. Revista Trópica – Ciências Agrárias e Biológicas. v.3, n.2, p.73-78, 2009.

WHITE, P.J.; BRADSHAW, J.E.; DALE, M.F.B.; RAMSAY, G.; HAMMOND, J.P. e BROADLEY, M.R. Relationships between yield and mineral concentrations in potato tubers. HortScience, v.44, p.6-11, 2009.