Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Potencial Hidráulico em Bacias Hidrográficas II: Identificação de Seções Potenciais para Construção de Reservatórios de Água1

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v17n06a07

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Reynaldo F. Faria Filho2, João B. L. Silva3, Paulo A. Ferreira4, Humberto P. Euclydes5 & Carlos A. Á. S. Ribeiro6

 

Resumo: No presente trabalho, utilizaram-se os Sistemas de Informações Geográficas para desenvolver uma metodologia a fim de identificar seções do curso de água de sub-bacias com potencial para construção de reservatórios, como também, simular um reservatório capaz de atender à demanda de abastecimento de água na cidade de Viçosa – MG, em 2030. O estudo foi desenvolvido na sub-bacia do rio Turvo Sujo, bacia do rio Doce. O modelo digital de elevação hidrologicamente consistente (MDEHC) foi obtido com dados de altimetria e hidrografia do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Identificaram-se nove seções com estreitamento menor que 100 m. Na simulação do reservatório para atender a demanda de água para Viçosa, em 2030, foram realizadas visitas a campo em quatro seções, corroborando os resultados encontrados com a utilização da metodologia.

Palavras-chave: barragem, abastecimento de água, usos múltiplos de água

 

Abstract: The Geografical Information Systems was used in this study in order to develop a method for the identification of sections in the watercourse of sub-basin with potential for reservoir construction, and to simulate a reservoir able to meet water supply needed for the city of Viçosa, Minas Gerais state, in the year 2030. The study was carried out in the sub-basin of Turvo river, of Doce river basin. The hydrologically consistent digital model (MDEHC) was developed by altimetry data and hydrography obtained from Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Nine sections with less than 100m narrowing were identified. The results from field visit to four sections validated the current simulation methodology for reservoir that could meet water demand of Viçosa in 2030.

Key words: storage dam, water supply, multiples water uses

 

1 Texto extraído da dissertação do primeiro autor
2 MS em Engenharia Agrícola, avreynaldo@yahoo.com.br
3 MS em Engenharia Agrícola, silvajbl@yahoo.com.br
4 PhD. em Engenharia de Água e Solo, pafonso@ufv.br
5 MS em Engenharia Agrícola, hpeuclyd@ufv.br
6 PhD. em Economia e Otimização Florestal, cribeiro@ufv.br

 

Literatura Citada

ALBUQUERQUE, A. S. O.; LACERDA JÚNIOR, H. B.; AZEVEDO, J. R. G.; CAVALCANTI, G. L.; PEREIRA, T. S.; SILVA, F. H. C. Desenvolvimento e aplicação de um software para cálculo das relações cota x área x volume de reservatórios. VII Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste. Anais... São Luiz, MA, 2004.

CAMPOS, N. Dimensionamento de reservatórios. Fortaleza: UFC, 1996.

EUCLYDES, H. P. (org.). Atlas Digital das Águas de Minas. Viçosa: CPT, 2005.

FREITAS, J. C. A.; ARAÚJO, J. C.; MELO, A. M. C.; Otimização da altura de uma barragem de terra homogênea. XV Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos.Anais... Curitiba, PR, 2003.

GARBRECHT, J.; MARTZ, L. W. Digital elevation model issues in water resources modeling. 1-28p. In Hydrologic and hydraulic modeling support with geographic information systems. MAIDMENT, D., DJOKIC, D. editors. Redlands: Environmental Systems Research Institute, 2000. 216p.

GAREN, D.; WOODWARD, D.; GETER, F. A user’s agency’s view of hydrology, soil erosion and water quality modelling. Catena, v. 37, p. 277-289, 1999. doi

HUTCHINSON, M. F. A locally adaptive approach to the interpolation of digital elevation. Disponível em: http://www1.gsi.go.jp/geowww/globalmap-gsi/gtopo30/papers/local.html Acesso em: 5 fev. 2007.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cartas topográficas do mapeamento sistemático: Ervália, São Miguel do Anta, Teixeiras, Viçosa e Ponte Nova, escala varia, Projeção Universal Transversa de Mercator, M.C. = 45º W. Gr. Disponível em: http://www.ibge.gov.br Acesso em: 15 jan. 2006.

KIM, S.J.; STEENHUIS, T.S. grid-based variable source area storm runoff model. Transactions of the ASAE. v.44, n.4, p.863-875, 2001.

OLIVERA, F.; MAIDMENT, D.R. GIS-Based Spatially Distributed Model for Runoff Routing, Water Resources Research, v.35, n.4, p.1155-1164, 1999. doi

RIBEIRO, C. A. A. S.; CHAVES, M. A.; SOARES, V. P.; EUCLYDES, H. P. Modelos digitais de elevação hidrologicamente consistentes para a Amazônia Legal. 2º Simpósio de Recursos Hídricos do Centro-Oeste. Anais... Campo Grande, MS, 2002.

SAVABI, M.R.; FLANAGAN, D.C.; HEBEL, B.; ENGEL, B.A. Application of WEPP and GIS-GRASS to a small watershed in Indiana. Journal of Soil and Water Conservation, v. 50, p.477-483, 1995.

SILVA, J. M. A. Modelo hidrológico para o cálculo do balanço hídrico e obtenção do hidrograma de escoamento superficial em bacias hidrográficas: desenvolvimento e aplicação. Dissertação de Mestrado, Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Viçosa, MG, 2002, 137p.

THOMPSON, J.A.; BELL, J.C.; BUTLER, C.A. Digital elevation model resolution: effects on terrain attibute calculatoin and quantitative soil-landscape modeling. Geoderma. v.100, p.67-89, 2001. doi

TUCCI, E. M. Hidrologia: Ciência e Aplicação. Porto Alegre: Editora da Universidade. ABRH: Edusp, 1993.

VERDIN, K. L.; JENSON, S. K. Development of continental scale digital elevation models and extraction of hydrographic features. International Conference, 3, Workshop on Integrating GIS and Environmental Modeling. Santa Fé, NM: NCGIA, 1996. (CD-ROM).