Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Influência do Pavimento de Terreiros na Secagem e na Qualidade do Café Conilon

DOI: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801/gst.v2n2p26-37

http://rioverde.ifgoiano.edu.br/periodicos/index.php/gst/index 

downloadpdf

Osvaldo Resende1*, Valdiney C. Siqueira2 & Renan V. Arcanjo2

 

Resumo: Objetivou-se com o presente trabalho, analisar a influência do tipo de pavimento de terreiros na secagem e na qualidade do café conilon (Coffea canephora Pierre) ao longo do processo de secagem. Foram utilizados frutos de café da variedade conilon, colhidos com teor de água de 1,50 (decimal b.s.) e secos até o teor final de 0,12 (decimal b.s.). A secagem do café foi realizada em terreiros de asfalto, cerâmica, chão batido e concreto. O produto foi classificado por tipo e peneira, e a sua qualidade foi avaliada por meio das análises da acidez titulável, sólidos solúveis totais, condutividade elétrica e bebida. Conclui-se que o tempo necessário para a secagem do café conilon é de 168 horas para os terreiros de concreto e lama asfáltica, 192 horas para o terreiro de tijolo cerâmico e 264 horas para o terreiro de chão batido. Os terreiros de asfalto e concreto apresentam os menores valores da acidez titulável e condutividade elétrica, assim como o maior valor de sólidos solúveis, indicando uma boa qualidade do produto. Já a qualidade de bebida do café secado nos terreiros de chão batido e asfalto apresentam características menos depreciativas ao seu sabor em relação aos demais tipos de pavimento analisados.

Palavras-chave: café conilon, pós-colheita, redução do teor de água, análises químicas.

 

Abstract: The arm of this work was to analyze the influence of pavement type in conilon coffee berry drying and quality during drying process. Have been used coffee berry conilon variety, harvested with moisture content of 1.50 (decimal d.b.) and dried until the moisture content of 0.12 (decimal b.b.). The coffee drying was held in patios made of asphalt, brick, ground and concrete. The product was classified by type and sieve, their quality was assessed by analysis of acidity, soluble solids, electrical conductivity and coffee beverage quality. It follows that the conilon coffee berry drying time needed is 168 hours for concrete and asphalt yard, 192 hours for brick yard and 264 hours for ground yard. The asphalt and concrete yards have the lowest values of acidity and electrical conductivity as well as higher soluble solids, indicating a good quality of the product. The coffee beverage quality dried in ground and asphalt yards presents characteristics less derogatory to his flavor than the other paviments analysis.

Key words: conilon coffee, postharvest, moisture content reduction, chemical analysis.

 

1 Instituto Federal Goiano – Campus Rio Verde – GO, *Email: osvresende@yahoo.com.br. Autor para correspondência.
2 Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Campus Rolim de Moura, Av. Norte Sul, 76940-000, CEP.: 78987-000, Rolim de Moura – RO.

 

Literatura Citada

AFONSO JÚNIOR, P.C.; CORRÊA, P.C.; GONELI, A.L.D.; BOTELHO, F.M. Secagem, armazenamento e qualidade fisiologia de sementes do cafeeiro. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.9, p.67-82, 2006.

AFONSO JÚNIOR, P.C.; CORRÊA, P.C.; GONELI, A.L.D.; VILARINHO, M.C. FRANÇA, A.S. Dinâmica da contração volumétrica do fruto de café durante o processo de secagem. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.8, p.29-35, 2004.

AFONSO JÚNIOR, P.C.; CORRÊA, P.C.; OLIVEIRA, T.T.; OLIVEIRA, M.G.A. Avaliação da qualidade de grãos de café preparados por “via seca” e “via úmida” em função da condição e período de armazenamento. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.3, p.46-53, 2001.

ALMEIDA, D.P; RESENDE, O; COSTA, L.M.; MENDES, U.C.; SALES, J.F. Cinética de secagem do feijão adzuki (Vigna angularis). Global Science and Technology, Rio Verde, v.2, n.1, p.72-83, 2009.

ANDRADE, E.T.; BORÉM, F.M.; HARDOIM, P.R. Cinética de secagem do café cereja, bóia e cereja desmucilado, em quatro diferentes tipos de terreiros. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, n.7, Especial Café, p.37-43, 2003.

ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS. Official methods of analyps of the Association of Official Analytical Chemists. 15 ed. Washington, 1990.

BOREM, F.M.; REINATO, C.H.R.; SILVA, P.J.; FARIA, L.F. Processamento e secagem dos frutos verdes do cafeeiro. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.9, p.19-24, 2006.

BRASIL, Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Secretaria Nacional de defesa Agropecuária. Regras para análise de semente. Brasília, 1992. 365p.

CAMPOS, A.T. Desenvolvimento e análise de um protótipo de secador de camada fixa para café (Coffea arabica L.) com sistema mecânico. Viçosa, 1998. 61f. Dissertação Mestrado em engenharia Agrícola - Universidade Federal de Viçosa, UFV.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Disponível em: <http://www.conab.gov.br>, acesso em 26 set. 2008.

CORRÊA, P.C. MACHADO, P.F.; ANDRADE E.T. Cinética de secagem e qualidade de grãos de milho-pipoca. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, n.25, n.1, p.134-142, 2001.

CORRÊA, P.C.; RESENDE, O.; RIBEIRO, D.M. Drying characteristics and kinetics of coffee berry. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v.8, n.1, p.1-10, 2006. http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v8n1p1-10

GITIMU, C.W. Better coffee farming: coffee processing. Kenya Coffee, v.60, n.703, p.1997-1998, 1995.

INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ. Cultura do café no Brasil: manual de recomendações. 2 ed. Rio de Janeiro, 1977. 36p.

LACERDA FILHO, A.F.; SILVA, J.S.; SEDIYAMA, G.C. Comparação entre materiais de pavimentação de terreiro para a secagem de café. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.9, p.83-93, 2006.

LOPES, L.M.V. Avaliação da qualidade de grãos de café crus e torrados de cultivares de cafeeiro (Coffea arábica L.). 2000. 95p. Dissertação (Mestrado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras.

OLIVEIRA, S.J.M.; VENEZIANO, W. Aspectos econômicos da produção de café na região central do estado de Rondônia. In: II Simpósio de Pesquisas dos Cafés do Brasil, Vitória, ES, 2001. Anais... Vitória, 2001. p.145.

PINTO, N.A.V.D.; FERNANDES, S.M.; PEREIRA, R.G.F.A.; CARVALHO, V.D. Efeito da polifenoloxidase, lixiviação de potássio e condutividade elétrica nos grãos crus em diferentes padrões de bebida. In: 26º Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras, Marília, SP, 2000. Anais... 2000. p. 330-331.

REINATO, C.H.R.; BORÉM, F.M.; CARVALHO, F.M.; PEREIRA, R.G.F.A. Avaliação técnica, econômica e qualitativa do uso da lenha e do GLP na secagem do café. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.7, p.3-9, 2003a.

REINATO, C.H.R.; BORÉM, F.M.; CARVALHO, F.M.; PEREIRA, R.G.F.A. Eficiência de secadores rotativos com diferentes pontos para o controle da temperatura do café. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.6, p.3-9, 2003b.

RESENDE, O.; ARCANJO, R.V.; SIQUEIRA, V.C.; RODRIGUES, S. Modelagem matemática para a secagem de clones de café (Coffea Canephora Pierre) em terreiro de concreto. Acta Scientiarum. Agronomy, Maringá, v.31, n.2, p.189-196, 2009.

RESENDE, O.; ARCANJO, R.V.; SIQUEIRA, V.C.; RODRIGUES, S.; KESTER, A.N.; LIMA, P.P. Influência do tipo de pavimento na secagem de clones de café (Coffea Canephora Pierre) em terreiros de concreto e chão batido. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v.9, n.2, p.171-178, 2007. http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v9n2p171-178

RIBEIRO, D.M.; BORÉM, F.M.; ANDRADE, E.T.; ROSA, S.D.V.F. Taxa de redução de água do café cereja descascado em função da temperatura da massa, fluxo de ar e período de pré-secagem. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.7, p.94-107, 2003.

SILVA, J.N.; SILVA, J.S.; SOBRINHO, J.C. Consumo específico de energia e rendimento energético de biomassa na secagem de café utilizando secadores leito fixo de dupla camada e de fluxos cruzados. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, Especial Café, n.6, p.19-24, 2003.

SILVA, J.S.; BERBERT, P.A. Colheita, secagem e armazenamento. Viçosa: Aprenda Fácil, 1999. 145p.

THOMAZIELLO, R.A.; OLIVEIRA, E.D.; TOLEDO FILHO, J.A.; COSTA, T.E. Cultura do Café. Boletim Técnico CATI, Campinas, n.193, p.52-55. 1999.

VIEIRA, R.D. Teste de condutividade elétrica. In: VIEIRA, R.D.; CARVALHO, N.M. Testes de vigor em sementes. Jaboticabal: FUNEP/UNESP, 1994. p.103-132.

VILELA, E.R.; PEREIRA, R.G.F.A. Póscolheita e qualidade do café. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola: Armazenamento de Processamento de Produtos Agrícolas, 1998, Lavras, MG. Anais... Lavras, 1998. p.219-274.