Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Bíblia como Literatura – A Bíblia como Ficção

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1078/er.v29n1p153-168

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/ER/index 

downloadpdf

Anderson de O. Lima1

 

Resumo: Este artigo trata de diferentes modos pelos quais a literatura bíblica tem sido abordada e coloca a ênfase sobre a perspectiva literária que, diferente da crítica histórica ou das leituras religiosas, afirma que a Bíblia é uma obra que apresenta características muito peculiares de ficcionalidade literária. Ele também discute a hipótese de que essa ficcionalidade bíblica seja um dos fatores determinantes para que, como a história testifica, esse livro seja tão influente, apesar do modo tirânico com que pressiona o leitor.

Palavras-chave: Bíblia. Bíblia como literatura. História da leitura bíblica. Crítica histórica. Retórica bíblica.

 

Abstract: This article deals with ways by which the biblical literature has been discussed and puts the emphasis on the literary approach that, different from historical criticism or religious readings, states that Bible is a book that shows us a very peculiar feature of literary fictionality. The article also discusses the hypothesis that this biblical fictionality is one of the decisive reasons for, as our history testifies, the Bible has been a so influential book, despite the tyrannical way with its press the reader.

Key words: Bible. Bible as literature. History of biblical reading. Historical criticism. Biblical rethoric.

 

Doutor em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo. Atualmente é professor de teologia na Faculdade de Teologia Umbandista (FTU). Currículo Lattes: <http://lattes.cnpq.br/0893915454622475> . E-mail: anderson.angela.lima@gmail.com.

  

Literatura Citada

ALMEIDA, L. T. O que Significa ler a Bíblia literariamente? Cadernos de Pós-Graduação em Letras. São Paulo, v. 11, n. 1, 2011, p. 7-22.

ALTER, R. A Arte da Narrativa Bíblica. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

AUERBACH, E. Mimesis: A representação da realidade na literatura ocidental. São Paulo: Perspectiva, 2011.

BERLINERBLAU, J. Bible as Literature? Hebrew Studies, n. 45, 2004, p. 9-26.

EAGLETON, T. Teoria da Literatura: Uma Introdução. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FERREIRA, J. C. L. A Bíblia como Literatura: Lendo as narrativas bíblicas. Correlatio, São Bernardo do Campo, n. 13, 2008, p. 4-22.

FRYE, N. O Código dos Códigos: A Bíblia e a Literatura. São Paulo: Boitempo, 2004.

GREIMAS, A. J.; COURTÉS, J. Dicionário de Semiótica. São Paulo: Contexto, 2012.

ISER, W. O Ficcional e o Imaginário: Perspectivas de uma Antropologia Literária. 2. ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2013.

MALANGA, E. B. A Bíblia Hebraica como Obra Aberta: Uma proposta interdisciplinar para uma semiologia bíblica. São Paulo: Humanitas/Fapesp, 2005.

MILES, J. Deus, uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

RESSEGUIE, J. L. Narrative Criticism of the New Testament: An Introduction. Michigan: Baker Academic, 2005.

TOSAUS ABADÍA. J. P. A Bíblia como literatura. Petrópolis: Vozes, 2000.

WEITZMAN, S. Before and after the Art of Biblical Narrative. Prooftexts, 27, 2007, p. 191-210. http://dx.doi.org/10.2979/PFT.2007.27.2.191