Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avifauna da APA Bacia Córrego da Velha, Município de Luz, Minas Gerais, Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n2p91-98

http://periodicos.unifap.br/index.php/biota/index 

downloadpdf

Gustavo L. Gonçalves1 & Aldes L. P. Andrade2

 

Resumo: Ambientes naturais propícios à vida silvestre têm diminuído em decorrência das atividades humanas. Com isso, muitas espécies de aves têm encontrado refúgios em áreas antrópicas. Este estudo teve como objetivo caracterizar a comunidade de aves em uma Área de Proteção Ambiental (APA) de cerrado alterado da Bacia Hidrográfica do Córrego da Velha na cidade de Luz, Minas Gerais. As espécies foram registradas através de contatos visuais e auditivos utilizando o método de transecto. As amostragens foram realizadas entre setembro de 2008 a agosto de 2009. Foram registradas 143 espécies, distribuídas em 18 ordens e 43 famílias. Foi observada relação positiva entre a abundância de espécies associadas ao ambiente aquático e o período de chuva R2= 54% p < 0,05. Insetívoros e onívoros foram os categorias tróficas predominantes. A análise conjunta dos resultados mostra que a área é de grande importância para a manutenção e conservação da vida silvestre na região de Luz.

Palavras-chave: aves, cerrado, áreas antrópicas.

 

Abstract: Natural habitats favorable to wildlife had been decreased due the human activities. Therefore, many bird species have found refuge in urban areas. This work aimed to characterize the bird community in the Hydrographic Basin of the Córrego da Velha, Luz, Brazil. The species were registered by visual and/or acoustic contacts using the transect method. The field work was carried out from September 2008 to August 2009. We registered 143 bird species distributed in 18 orders and 43 families. Positive relationship was observed between the abundance of species associated to the aquatic environment and the rain period R2= 54% p < 0,05. Insectivorous and omnivorous were the dominant trophic categories. The analysis of the results show that the area is of great importance for the maintenance and conservation of wildlife in the Luz region.

Key words: birds, cerrado, anthropic areas.

 

1 Biólogo, Mestre em Zoologia de Vertebrados, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Professor, Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR). E-mail: gustavoleiteg@gmail.com
2 Biólogo, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras do Alto São Francisco. E-mail: aldeslamounier@hotmail.com

 

Literatura Citada

ANDRADE, M. A. Aves silvestres: Minas Gerais. Belo Horizonte: Líttera Maciel, 1997.

BIBBY, C. J.; BURGESS, D. N.; HILL, D. A. Bird Census Techniques. Cambridge: The University Press, 1992.

BORGES, S. H.; GUILHERME, E. Comunidade de aves em um fragmento florestal urbano em Manaus, Amazonas, Brasil. Revista Brasileira de Ornitologia, v. 8, n. 1, p. 17-23, 2000.

BURNHAM, K. P.; OVERTON, W. S. Robust estimation of population size when capture probabilities vary among animals. Ecology, v. 60, n. 2, p. 927-936, 1979.

CAULA, S.; MARTYA, P.; MARTINA, J. L. Seasonal variation in species composition of an urban bird community in Mediterranean France. Landscape and Urban Planning, v. 87, n. 1, p. 1-9, 2008.

CHACE, J. F.; WALSH, J. J. Urban effects on native avifauna: a review. Landscape and Urban Planning, v. 74, n. 1, p. 46-69, 2006.

COMITÊ BRASILEIRO DE REGISTROS ORNITOLÓGICOS. Listas das aves do Brasil. 11ª Edição, 1/1/2014, Disponível em <http://www.cbro.org.br>. Acesso em: 02/02/2014. 2014.

COLWELL, R. K. EstimateS: Estatistical of estimation of species richness and shared species form samples. Version 8. Disponível em <http://purl.oclc.org/estimates> Acesso em: [20/10/2009]. 2007.

D'ANGELO NETO, S.; VENTURIN, N; OLIVEIRA, A. T. de F; COSTA, F. A. F. Avifauna de quatro fisionomias florestais de pequeno tamanho (5 – 8 ha) no Campus da UFLA. Revista Brasileira de Biologia, v. 58, n. 3, p. 463-472, 1998.

DELIBERAÇÃO NORMATIVA COPAM Nº 147. Lista de Espécies Ameaçadas de Extinção da Fauna do Estado de Minas Gerais. Diário do Executivo – Minas Gerais, 2010.

DONATELLI, R. J.; COSTA, T. V. V. DA; FERREIRA, C. D. Dinâmica da avifauna em fragmento de mata na Fazenda Rio Claro, Lençóis Paulista, São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Zoologia, v. 21, n. 1, p. 97-114, 2004.

EFE, M. A.; AZEVEDO, M. A. G.; FILIPPINI, A. Avifauna da Estação Ecológica de Carijós, Florianópolis–SC. Ornithologia, v. 2, n. 1, p. 1-13, 2007.

FAVRETTO, M. A.; ZAGO, T.; GUZZI, A. Avifauna do Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Santa Catarina, Brasil. Atualidades Ornitológicas, v. 141, p. 87-93, 2008.

MOTTA JÚNIOR, J. C. Estrutura trófica e composição das avifaunas de três habitats terrestres na região central do estado de São Paulo. Revista Brasileira de Ornitologia, v. 1, n. 6, p. 65-71, 1990.

NAKA, L.N.; RODRIGUES, M.; ROOS, A. L.; AZEVEDO, M. A. G. Bird conservation on the island of Santa Catarina. Bird Conservation International, v. 12, n. 1, p. 123-150. 2002.

PIRATELLI, A. J.; SIQUEIRA, M. A. C.; MARCONDES-MACHADO, L. O. Reprodução e muda de penas em aves de sub-bosque na região leste de Mato Grosso do Sul. Revista Brasileira de Ornitologia, v. 8, n. 2, p. 99-107. 2000.

RIBEIRO, J. F.; WALTER, B. M. T. Fitofisionomias do Bioma Cerrado. In: S. M. Sano; S. P. Almeida. (Ed.). Cerrado: ambiente e flora, p. 90-166. 1998.

RODRIGUES, M.; CARRARA, L. A.; FARIA, L. P.; GOMES, H. B. Aves do Parque Nacional da Serra do Cipó: Vale do Rio Cipó, Minas Gerais, Brasil. Revista Brasileira de Zoologia, v. 22, n. 2, p. 326-338, 2005.

RODRIGUES, M.; MICHELIN, V. B. Riqueza e diversidade de aves aquáticas de uma lagoa natural no sudeste do Brasil. Revista Brasileira de Zoologia, v. 22, n.4, p. 928-935, 2005.

SANTOS, A. M. R. Dos. Comunidade de aves em remanescentes florestais secundários de uma área rural no sudeste do Brasil. Revista Brasileira de Ornitologia, v. 12, n. 1, p. 41-49, 2004.

SCHERER, A.; SCHERER, S. B.; BUGONI, L.; MOHR, L. V.; EFE, M. A.; HARTZ, S. M. Estrutura trófica da Avifauna em oito parques da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Ornithologia, v. 1, n. 1, p. 25-32, 2005.

SICK, H. Ornitologia brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 862 p. 1997.

SILVA, J. M. C. Birds of the Cerrado Region, South America. Steenstrupia, v. 21, n. 2, p. 6992, 1995.

SILVA, J. M. C. Endemic bird species and conservation in the Cerrado Region, South America. Biodiversity and Conservation, v. 6, n. 3, p. 435-450, 1997.

SILVA, F. D. S.; BLAMIRES, D. Avifauna urbana no Lago Pôr do Sol, Iporá, Goiás, Brasil. Lundiana, v. 8, n. 1, p. 17-26, 2007.

SUAREZ-RUBIO, M.; THOMLINSON, J. R. Landscape and patch-level factors influence bird communities in an urbanized tropical island. Biological Conservation, v. n. 7, 142, p. 1311-1321, 2009.

TURNER, W. R. Citywide biological monitoring as a tool for ecology and conservation and urban ladscapes: the case of the Tucson Bird Count. Landscape an Urban Planning, v. 65, n. 3, p. 149-166, 2003.

VALADÃO, R. M.; FRANCHIN, A. G.; MARÇAL JÚNIOR, O. A avifauna no parque municipal Victorio Siquierolli, zona urbana de Uberlândia (MG). Biotemas, v. 19, n. 1, p. 81-91, 2006.

VASCONCELOS, M. F. Aves observadas no Parque Paredão da Serra do Curral, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Atualidades Ornitológicas, v. 136, p. 6-11, 2007.

VASCONCELOS, M. F.; PACHECO, J. F.; PARRINI, R. Levantamento e conservação da avifauna na zona urbana de Marabá, Pará, Brasil. Cotinga v. 28, p. 45-52, 2007.

VASCONCELOS, T. Da S.; ROSSA-FERES, D. De C. Diversidade, distribuição espacial e temporal de anfíbios anuros (Amphibia, Anura) na região nordeste do estado de São Paulo, Brasil. Biota Neotropica, v. 5, n. 2, p. 1-14, 2005.

VILLANUEVA, R. E. V.; SILVA, M. Organização trófica da avifauna do campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC. Biotemas v. 9, n. 2, p. 57-69, 1996.

WILLIS, E.O. The composition of avian communities in remanescent woodlots in southern Brazil. Papéis Avulsos de Zoologia v. 33, n. 1, p. 1-25, 1979.

ZAR, J. H. Biostatistical analysis. 4 ed. New Jersey, Prentice – Hall. Inc., 663p, 1999.