Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avaliação do Desembarque Pesqueiro (2009-2010) no Município de Juruá, Amazonas, Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n1p37-42

http://periodicos.unifap.br/index.php/biota/index 

downloadpdf

Neiverton C. de Alcântara1, Glauco S. Gonçalves1, Tony M. P. Braga2, Suelen M. dos Santos3, Rayza L. Araújo3, Jackson P. Lima3, Paulo H. R. Aride3 & Adriano T. de Oliveira3

 

Resumo: Este trabalho objetivou avaliar o desembarque pesqueiro efetuado no município de Juruá, Amazonas. Os dados do desembarque pesqueiro foram obtidos através de observações seguidas de entrevistas em formulário pré-estabelecido no período de 2009 a 2010, com a identificação de dados dos pescadores, da atividade pesqueira e da comercialização do pescado, no único porto de desembarque pesqueiro do município. Os resultados apontaram as canoas como as principais embarcações utilizadas na atividade pesqueira, que normalmente são formadas por dois pescadores, utilizando principalmente os lagos para a pesca. Identificou-se 50 tipos de peixes desembarcados, destacando-se o pacu e o aruanã que apresentaram representatividade em todos os meses do ano, em uma atividade que contabilizou mais de 60.000 Kg de peixes diversos desembarcados. A Capacidade por Unidade de Esforço no segundo semestre de 2009 foi de 75,0 ± 64,4 kg por pescador por dia de pesca e no primeiro semestre de 2010 foi de 62,8 ± 59,2 kg por pescador por dia de pesca. O principal apetrecho de pesca utilizado nesta região é a rede de malhadeira, onde os gastos na atividade de pesca são muito específicos e variam de acordo com a localidade. O principal combustível utilizado pelas embarcações é o gás de cozinha, os gastos com os mantimentos alimentícios são baixos e o gelo é o principal meio de armazenamento do pescado a ser comercializado. As informações obtidas com a presente pesquisa contribuem para o conhecimento da atividade pesqueira no Estado do Amazonas, gerando subsídios para futuras aplicações de políticas públicas no tocante ao ordenamento pesqueiro.

Palavras-chave: desembarque pesqueiro, peixes, Juruá, pesca.

 

Abstract: This study evaluated the fishing landings made in the municipality of Jurua, Amazonas. The fisheries landing data were obtained through interviews followed remarks on pre-established form from 2009 to 2010, with the identification of fishing data, fishing activity and the marketing of fish, the only port of fishing landings in the city. The results showed the canoes as the main vessels used in fishing activity, which usually consist of two fishermen, mainly using the lakes for fishing. We identified 50 types of fish landed, especially pacu and the aruanã that had representation in all months of the year, in an activity that accounted for more than 60,000 kg of various fish landed. The capacity per unit effort in the second half of 2009 was 75.0 ± 64.4 kg per fisherman per day of fishing and the first half of 2010 was 62.8 ± 59.2 kg per fisherman per day of fishing. The main fishing tackle used in this area is the gillnets network, where spending on fishing activity are very specific and vary according to location. The main fuel used by ships is the cooking gas, spending on food supplies are low and the ice is the primary means of fish storage for marketing. Information obtained from this research contribute to the knowledge of the fishing activity in the State of Amazonas, creating a basis for future applications of public policy with regard to fisheries management.

Key words: fishing landings, fishes, Juruá, fishery.

 

1 Universidade do Estado do Amazonas, Juruá, Amazonas. E-mail: neivertoncunha@hotmail.com; gllaucco@hotmail.com
2 Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, Pará. E-mail: tonybraga@hotmail.com
3 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), Campus Presidente Figueiredo. E-mail: suelen.santos@ifam.edu.br; rayza.araujo@ifam.edu.br; jacksonpantoja@yahoo.com.br; aride@ifam.edu.br; adriano.oliveira@ifam.edu.br

 

Literatura Citada

BATISTA, V.S.; PETRERE, M. Characterization of the commercial fish production landed at Manaus, Amazonas State, Brazil. Acta Amazônica, v. 33, n. 1, p. 53-66, 2003.

CARDOSO, R.S.; FREITAS, C.E.C. A pesca de pequena escala no rio Madeira pelos desembarques ocorridos em Manicoré (Estado do Amazonas), Brasil. Acta Amazônica, v. 38, n. 4, p. 781-788, 2008.

DORIA, C.R.C.; RUFFINO, M.L.; HIJAZI, N.C.; CRUZ, R.L. A pesca comercial na bacia do rio Madeira no estado de Rondônia, Amazônia brasileira. Acta Amazônica, v. 42, n. 1, p. 29-40, 2012.

FABRÉ, N.N.; ALONSO, J.C. Recursos ícticos no Alto Amazonas: sua importância para as populações ribeirinhas. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, ser. Zool. v. 14, n. 1, p. 19-55, 1998.

FALABELA, P.G.R. Pesca no Amazonas: problemas e soluções. Ed. Universidade do Amazonas, Manaus. 155 p, 1985.

FERRAZ, P.S.; FIGUEIREDO, E.S.A. Resultados do monitoramento do desembarque pesqueiro. Boletim do desembarque pesqueiro, Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, v. 2, p. 2-4, 2010.

FREITAS, C.E.C.; RIVAS, A.A.F. A pesca e os recursos pesqueiros na Amazônia Ocidental. Ciência e Cultura (SBPC), v. 58, n. 3, p. 30-32, 2006.

GONÇALVES, C.; BATISTA, V.S. Avaliação do desembarque pesqueiro efetuado em Manacapuru, Amazonas, Brasil. Acta Amazonica, v. 38, n. 1, p.135-144, 2008.

GOULDING, M. The fishes and the forest: Explorations in Amazonian Natural History. University of California Press, Berkeley, CA. 280 p, 1980.

GULLAND, J. Manual de métodos para la evaluation de las poblaciones de peces. Ed. Acribia. 163 p, 1983.

ISAAC, V.J.; CERDEIRA, R.G.P. Avaliação e monitoramento de impactos de pesca na região do Médio Amazonas. IBAMA/ Próvarzea, Manaus, 64 p, 2004.

PETRERE JR, M. Pesca e esforço de pesca no Estado do Amazonas. I. Esforço e captura por unidade de esforço. Acta Amazonica, v. 8 (Supl. 2), p. 1-54, 1978.

RUFFINO, M.L. Exploração e manejo dos recursos pesqueiros da Amazônia. In: BATISTA, V. S.; ISAAC, V.J.; VIANA, J. P. A pesca e os recursos pesqueiros na Amazônia brasileira. IBAMA/ProVárzea, Manaus. p. 57-135, 2004.

SIEPPEL, S.J.; HAMILTON, S.K.; MELACK, J.M. Inoudation area and morfhometry of lakes of the Amazon River floodplain, Brasil. Arch. Hydrobyol. v. 123, p. 385-400, 1992.

VERÍSSIMO, J. A pesca na Amazônia. Livraria Clássica Alves, Rio de Janeiro, 206 p, 1895.