Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Percepção Ambiental da Família Orchidaceae em Sistemas Agroflorestais de Agricultores Familiares no Igarapé Mutuacá, Mazagão, Amapá, Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n3p119-124

http://periodicos.unifap.br/index.php/biota/index 

downloadpdf

Patrick de C. Cantuária1, João da L. Freitas2, Raullyan B. L. e Silva3 & Maryele F. Cantuária4

 

Resumo: A Família Orchidaceae é composta por vegetais herbáceos perenes com morfologia diversificada e estão distribuídas por todo o globo terrestre e compõem uma das maiores famílias botânicas. Dessa forma, este trabalho objetivou conhecer a percepção ambiental de agricultores familiares mantenedores de Sistemas Agroflorestais (SAF) ao longo do Igarapé Mutuacá, Mazagão, Amapá. Para coleta de dados foi utilizado a técnica de entrevistas usando como instrumento um formulário previamente elaborado e testado contendo perguntas abertas e fechadas. Os dados demonstraram que somente o açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) foi indicado como cultivo em todos os SAF. Assim, todos os sistemas identificados apresentaram como componente arbóreas do sistema árvores nativas da região amazônica, com exceção para as mangueiras (Mangifera indica L.). Foi observado que apesar da ampla distribuição de orquídeas na região amazônica, os mantenedores ainda não apresentam um conhecimento sistematizado sobre esse grupo de plantas. Portanto, entende-se que os trabalhos de percepção ambiental são muito importantes por conhecer e resgatar os conhecimentos tradicionais associados de comunidades tradicionais.

Palavras-chave: oquídeas, percepção ambiental, botânica, sistemas agroflorestais.

 

Abstract: The Orchidaceae family is composed of herbaceous perennial plants with diverse morphology and are distributed throughout the globe and comprise one of the largest plant families. Thus, this study focused on the environmental percepition of maintainers Agroforestry Systems (AGS) along the oxbow river Mutuacá, Mazagan, Amapá. To collect data using the interview technique as a tool a previously designed and tested with open and closed questions form was used. The data showed that only açaí berry (Euterpe oleracea Mart.) was appointed cultivation in all AGS. Like this, all systems had identified as arboreal component of native trees in the Amazon system, except for the tree (Mangifera indica L.). It was observed that despite the wide distribution of orchids in the Amazon region, themaintainers do not have systematic knowledge about this group of plants. Therefore, it is understood that the work of environmental perception are very important for knowing and rescue the traditional knowledge of traditional communities.

Key words: orchids, environmental perception, botanic, agroforestry system.

 

1 Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede BIONORTE, Pesquisador da Divisão de Botânica do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá, Rod. Jk, Km 10. E-mail: patrickcantuaria@gmail.com
2 Engenheiro Florestal, Doutor em Ciências Agrárias, Pesquisador da Divisão de Botânica do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá, Rod. Jk, Km 10. E-mail: jfreitas.ap@bol.com.br
3 Biólogo, Doutor em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido, Pesquisador da Divisão de Botânica do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá, Rod. Jk, Km 10. E-mail: raullyanborja@uol.com.br
4 Mestra em Biodiversidade Tropical, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá, Rod. BR 210 Km 3 S/N. E-mail: maryeleferreira@gmail.com

 

Literatura Citada

BROWN, S. W. Cut flower of the month: Oncidium. Super floral retailing. Disponível em: <http://www.superfloralretailing.com> Acesso em: 23 out. 2012. 2008.

CASTELLO, L. Educandos Educadores. OLAM. Ciência e Tecnologia, v. 1, n. 2. Rio Claro, 2001.

DRESSLER, R. L. Phylogeny and classification of the Orchid Family, Deoscorides Press. 314p. 1993.

FERNANDES, R. S.; PELISSARI, V. B.; SOUZA, V. J. Uso da percepção ambiental como instrumento de gestão educacional e ambiental. 23º Anais do Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2005.

FERREIRA, A. B. H. Miniaurélio, 7.ª ed., Curitiba: Positivo, 2008.

FREITAS, J. L. Sistemas agroflorestais e sua utilização como instrumento de uso da terra: o caso dos pequenos agricultores da Ilha de Santana, Amapá, Brasil. [Tese de Doutorado]. Universidade Federal Rural da Amazônia. Programa de Pós- Graduação em Ciências Agrárias. 2008.

GAIÃO, L. O. Saberes tradicionais e percepção ambiental dos catadores de caranguejos do município de canavieiras, Bahia, acerca do Guaiamum, Cardisoma guanhumi (Latreille, 1825). (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual de Santa Cruz.

Programa Regional de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente. Ilhéus. 2007.

GONÇALVES, J. C. Homem-natureza: uma relação conflitante ao longo da história. Revista Multidisciplinar da UNESP: Saber Acadêmico, n. 6. Dezembro, 2008.

HOMMA, A. K. O; MENEZES, A. J. E. A.; MATOS, G. B. Cultivo de Baunilha: uma alternativa para a agricultura familiar na Amazônia. Documentos 254 (EMBRAPA). 2006.

JOPPA, L. N.; ROBERTS, D. L.; PIMM, S. L. How many species of flowering plants are there? Proceedings of the Royal Society Biological Sciences, 278, p. 554-559. 2011.

PACHECO, E. T. Percepção Ambiental como desvelamento do Ethos Embrionário. (Tese de Doutorado). Universidade Federal do Rio de Janeiro. Programa de Estudos Interdisciplinares em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social. 2009.

PRIDGEON, A. M.; CRIBB, P. J.; CHASE, M. W.; RASMUSSEN, F. N. (eds.). Genera Orchidacearum, v. 1: General Introduction, Apostasioideae, Cypripedioideae. Oxford University Press, New York. 1999.

PRIDGEON, A. M.; CRIBB, P. J.; CHASE, M. W.; RASMUSSEN, F. N. (eds.). Genera Orchidacearum, v. 2: Orchidoideae (part 1). Oxford University Press, New York. 2001.

PRIDGEON, A. M.; CRIBB, P. J.; CHASE, M. W.; RASMUSSEN, F. N. (eds.). Genera Orchidacearum, v. 3: Orchidoideae (part 2), Vanilloideae. Oxford University Press, New York. 2003.

PRIDGEON, A. M.; CRIBB, P. J.; CHASE, M. W.; RASMUSSEN, F. N. (eds.). Genera Orchidacearum, v. 4: Epidendroideae (part one). Oxford University Press, New York. 2005.

PRIDGEON, A. M.; CRIBB, P. J.; CHASE, M. W.; RASMUSSEN, F. N. (eds.). Genera Orchidacearum, v. 5: Epidendroideae (part two). Oxford University Press, New York. 2009.

PRIDGEON, A. M. ; CRIBB, P. J.; CHASE, M. W.; RASMUSSEN, F. N. (eds.). Genera Orchidacearum, v. 6: Epidendroideae (part three). Oxford University Press, New York. 2014.

SADDI, E. M. Orchidaceae dos Afloramentos Rochosos da Pedra da Gávea, Parque Nacional da Tijuca, Rio de Janeiro. [Dissertação] Programa de Pós-Graduação em Botânica, Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. 2008.

SIQUEIRA, R.; LIMA, P. V.; LABELO, O.; CORTEZ, A. T.; MENDES, S. Análise da percepção ambiental dos condutores Turísticos de Pedro II, PI. Anais do IV Congresso de Pesquisa e Inovação da Rede Norte Nordeste de Educação Tecnológica. Belém, 2009.

SMITH, N. J. DUBOIS, J.; CURRENT, D.; LUTZ, E.; CLEMENT, C. Experiências agroflorestais na Amazônia Brasileira: restrições e oportunidades. Programa Piloto para Proteção das Florestas Tropicais do Brasil, Brasília, DF. 1998.

SOUZA, V.; LORENZI, H. Botânica Sistemática. 2. Ed. 2008.

SWARTZ, O. P. Stelis ophioglossoides. Journal fur die Botanik. 1799. Disponível em: <http://www.botanikus.com>. Acesso em: 18 out. 2012. 1799.

SWARTZ, O. P. Afhandling on orchidenes slaegter och deras systematiska indelning. Kongl Vetenskaps Academiens Nya Handlingar, 21: 115-138. 1800. Disponível em: <http://www.botanikus.com>. Acesso em: 18 out. 2012. 1800.

TUAN, Y. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: DIFEL, 1982.