Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Taxonomia do Gênero Abuta Aubl. (Menispermaceae) no Estado de Rondônia, Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n3p62-72

http://periodicos.unifap.br/index.php/biota/index 

downloadpdf

Julio dos S. Sousa1, Maria de N. do C. Bastos2, Ely S. C. Gurgel3 & Ana P. O. Cruz4

 

Resumo: O presente estudo consiste no tratamento taxonômico do gênero Abuta no Estado de Rondônia. São apresentadas chave de identificação, descrições e ilustrações das espécies, bem como dados adicionais sobre distribuição geográfica e comentários das mesmas. O gênero está representado na área por oito espécies: Abuta grandifolia, A. imene, A. obovata, A. pahnii, A. panurensis, A. rufescens, A. sandwithiana, e A. velutina. Abuta obovata, A. pahnii e A. panurensis são novos registros para o Estado. A venação foliar foi o principal caractere para a separação das espécies.

Palavras-chave: Amazônia, Anomospermeae, botânica, florística, sistemática.

 

Abstract: This study deals with the taxonomic treatment of the genus Abuta in the State of Rondônia. Identification keys, descriptions, and illustrations of the species are presented, as well as data concerning geographical distribution and additional comments of the species. In Rondônia the genus is represented by eight species: Abuta grandifolia, A. imene, A. obovata, A. pahnii, A. panurensis, A. rufescens, A. sandwithiana and A. velutina. Abuta obovata, A. pahnii and A. panurensis are new records for State. The leaf venation was the main character for separating species.

Key words: Amazonia, Anomospermeae, botany, floristics, systematic.

 

1 Mestrado em Botânica Tropical (Universidade Federal Rural da Amazônia e Museu Paraense Emílio Goeldi). Programa de Pós-graduação Bionorte. E-mail: jssousa27@yahoo.com.br
2 Doutorado em Ciências Biológicas (Universidade Federal do Pará). Pesquisadora do Museu Paraense Emílio Goeldi. Programa de Pós-graduação Bionorte. Email: nazir@museu-goeldi.br
3 Doutorado em Ciências Biológicas - Botânica (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA). Pesquisadora do Museu Paraense Emílio Goeldi. E-mail: esgurgel@museu-goeldi.br
4 Mestranda do Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas (Universidade Rural da Amazônia). E-mail: a_Paula_Cruz@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

ALBUQUERQUE, B.W.P. Contribuição ao estudo da nervação foliar de plantas da flora amazônica. Acta Amazonica, v. 2, n. 1, p. 21 – 28, 1972.

BARNEBY, R.C. Menispermaceae. In: BERRY, P.; HOLST, B.; YATSKIEVYCH, K. Flora of the Venezuelan Guayana: Liliaceae-Myrsinaceae. v.6. St. Louis, USA: Missouri Botanical Garden Press, 2001. p. 554-578.

BARNEBY, R.C.; ARAUJO, D. Menispermáceas. Flora Ilustrada Catarinense, Itajaí, Santa Catarina, 1975. 39p.

BARROSO, G.M.; MORIM, M.P.; PEIXOTO A.L.; ICHASO, C.L.F. Frutos e sementes: morfologia aplicada à sistemática de dicotiledôneas. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 1999. p. 443.

BRAGA, J.M.A., 2013. Menispermaceae In: Lista de Espécies da Flora do Brasil. Disponível em <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2011/FB010018>. Acesso em 09 dez. 2013.

DI STASI, L.C.; HIRUMA-LIMA, C.A. Plantas medicinais na Amazônia e na mata Atlântica. São Paulo: UNESP, 2002. 64p.

FIDALGO, O.; BONONI, V.L.R. Técnicas de coleta, preservação e herborização do material botânico. São Paulo: Instituto de Botânica, 1984. 62p.

GENTRY, A. H. A field guide to the families and genera of woody plants of Northwest South America (Colombia, Ecuador, Peru) with supplementary notes on herbaceous taxa. Washington: Conservation International, 1993. 895p.

GLEASON, H.A. Menispermaceae. In: Bulletin of the Torrey Botanical Club, V.58, p. 361, 1931.

GONÇALVES, E.G.; LORENZI, H. Morfologia vegetal: organografia e dicionário ilustrado de morfologia das plantas vasculares. São Paulo: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2007. 446p.

HICKEY, L.J. Classification of the arquitecture of dicotyledonous leaves. American Journal of Botany, v. 60, p.17-33, 1973.

HOOT, S.B.; ZAUTKE, H., HARRIS, D.J., CRANE, P.R., NEVES, S.S. Phylogenetic Patterns in Menispermaceae Based on Multiple Chloroplast Sequence Data. Systematic Botany, v. 34, n. 1, p. 44–56, 2009.

LLERAS, A.R.; CRUZ, A.P. 2005. Florula del Parque Nacional Natural Amacayacu, Amazonas, Colombia. Monographs in Systematic Botany from the Missouri Botanical Garden, 2005. 680p.

MISSOURI BOTANICAL GARDEN (MBG). 2013. TROPICOS database. Disponível em <http://www.tropicos.org>. Acesso em 25 set. 2013.

ORTIZ, R. Menispermaceae. In: VÁSQUEZ, M.R., Flora de las Reservas Biológicas de Iquitos, Peru: Monographs in Systematic Botany from the Missouri Botanical Garden. v.63. St. Louis, USA: Missouri Botanical Garden Press, 1997. p. 487–500.

ORTIZ, R.D.C.; KELLOGG, E.A.; VAN DER WERFF, H. Molecular phylogeny of the moonseed family (Menispermaceae): Implications for morphological diversification. American Journal of Botany, v. 94, n. 8, p. 1425 – 1438, 2007.

RIZZINI, C.T. Sistematização terminológica da folha. Rodriguesia, v. 29, p. 103-125, 1977.

SOTHERS, C.A.; BRITO, J.M.; ORTIZ-GENTRY, R.; OTT, C. Menispermaceae, In: RIBEIRO, J.E.L.S. et al. Flora da Reserva Ducke: Guia de identificação das plantas vasculares de uma floresta de terra-firme na Amazônia central. Manaus, Amazonas: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, 1999. p. 190-193.

WANG, W.; WANG, H.-C.; CHEN, Z.-D. Phylogeny and morphological evolution of tribe Menispermeae (Menispermaceae) inferred from chloroplast and nuclear sequences. Perspectives in Plant Ecology, Evolution and Systematics, v. 8, p. 141-154, 2007.