Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Composição e Diversidade Florística em Um Trecho de Floresta de Terra Firme no Sudoeste do Estado do Amapá, Amazônia Oriental, Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n3p31-36

http://periodicos.unifap.br/index.php/biota/index 

downloadpdf

Wanuyze A. S. da Silva1, Marcelo de J. V. Carim2,6, José R. da S. Guimarães3 & Luciedi de C. L. Tostes4,5

 

Resumo: O objetivo do presente trabalho foi determinar a composição e a diversidade florística de um trecho de floresta de terra firme no Sudoeste do Estado do Amapá, Amazônia Oriental, Brasil. Visando com este estudo, ações de conservação florestal. Para o levantamento, foram distribuídas aleatoriamente 10 parcelas de 10mx100m, perfazendo um hectare. Com auxílio de fita métrica e uma haste de 6m, dividida de um em um metro, foram tomados dados de altura e DAP≥10cm (Diâmetro a Altura do Peito) de todos os indivíduos arbóreos vivos. Neste trabalho, foram registrados 462 indivíduos, pertencentes a 33 famílias e 123 espécies. As espécies com maiores valores de importância (VI) foram, Sclerolobium densiflorum Geissospermum sericeum, Pouteria decorticans, Pentaclethra macroloba e Rinorea racemosa. Na área amostrada, foram encontradas espécies com grande valor comercial e presentes na lista de espécies ameaçadas, dentre elas: Aniba rosaedora (Pau rosa), Vouacapoua americana (Acapú) e Bertholethia excelsa (Castanheira). A presença das referidas espécies é um indicativo de qualidade e conservação ambiental.

Palavras-chave: vegetação, biodiversidade, fitossociologia.

 

Abstract: The purpose of this study was to determine the composition and floristic diversity of a stretch of upland forest in southwestern Amapá State, eastern Amazon, Brazil. Aiming to this study, the actions of forest conservation. For the survey, 10 parcels were randomly distribuited in 10mx100m, making an hectare. Along with a tape and a six-meterlong rod, divided into meter by meter data and DBH≥10cm (Diameter at Breast Height) of all living individual trees were taken. In this study, 462 individuals belonging to 33 families and 123 species were recorded. The species with the highest importance values (?IV) were, Sclerolobium densiflorum, Geissospermum sericeum, Pouteria decorticans, Pentaclethra macroloba and Rinorea racemosa. In the sampled area, species with high commercial value and present in the list were found of endangered species, among them: Aniba rosaeodora (Pau rosa), Vouacapoua americana (Acapu) and Bertholethia excelsa (Chestnut). The presence of such species is an indicator of quality and environmental conservation.

Key words: vegetation, biodiversity, phytosociology.

 

1 Bióloga, Departamento de Botânica-CPZG, Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá, Brasil. Email:wanu_bio@yahoo.com.br
2 Engenheiro Agrônomo, Departamento de Botânica-CPZG, Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá. E-mail: veigacarim@hotmail.com
3 Geógrafo, Departamento de Botânica-CPZG, Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá. E-mail: jrenansg@hotmail.com
4 Bióloga, Departamento de Botânica-CPZG, Instituto de pesquisas científicas e tecnológicas do Estado do Amapá. E-mail: luciedi.tostes@inpa.gov.br
5 Programa de Pós-Graduação em Ciências de Florestas Tropicais, INPA
6 Programa de Pós-Graduação em Botânica, INPA

 

Literatura Citada

AMARAL, I.L.; MATOS, F.D.; LIMA, J. Composição florística e parâmetros estruturais de um hectare de floresta densa de terra firme no rio Uatumã, Amazônia, Brasil. Acta Amazonica, 30(3): 377-392. 2000.

ANGIOSPERM PHYLOGENY GROUP III. An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III. Bot. J. Linnean Soc. 161: 105-121. 2009.

CARIM, M. J. V.; GUIMARÃES, J. R. S.; TOSTES, L. C. L. Composição e Estrutura de Floresta Ombrófila Densa do extremo Norte do Estado do Amapá, Brasil. Biota Amazônia, v. 3, p. 1-10, 2013.

CARIM, M.J.V. Levantamento florístico da reserva de desenvolvimento sustentável do Rio Iratapuru: Relatório Técnico. Instituto de Pesquisas Científica e Tecnológicas do Estado do Amapá, Macapá/AP, 2007.

CIENTEC. Mata Nativa 2 - Sistema para análise fitossociológica e elaboração de planos de inventários e planos de manejo de florestas nativas. 2006.

CONDÉ, T. M.; TONINI, H. Fitossociologia de uma Floresta Ombrófila Densa na Amazônia Setentrional, Roraima, Brasil. Revista Acta Amazonica, v. 43, p. 247-260, 2013.

DIAS, A.C. Composição Florística, Fitossociologia, Diversidade de Espécies Arbóreas e Comparação de Métodos de Amostragem na Floresta Ombrófila densa do Parque Estadual Carlos Botelho/SP-Brasil. (Tese de doutorado). São Paulo: Universidade de São Paulo, 2005.

GAMA, J.R.V. et al.Fitossociologia de duas fitocenoses de floresta ombrófila aberta no município de Codó, Estado do Maranhão. Revista Árvore, 31, 2007.

GUIMARÃES, J. R. G.; CARIM, M. J. V. Análise fitossociológica e florística em três hectares de Floresta Tropical Ombrófila Densa na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Iratapuru. Revista Pesquisa & Iniciação Científica. Amapá. Vol. 1, 2008.

H. TER STEEGE et al., Science 342, 1243092 (2013). http://dx.doi.org/10.1126/science.1243092

LAMPRECHT, H. Ensayo sobre la estructura florística de la parte suroriental del Bosque Universitario “El Caimital” - Estado Barinas. Rev. For. Venez., Mérida. V. 7, N. 10-11, 1964.

MAGURRAN A.E. Ecological diversity and its measurement. Princeton University Press, New Jersey, USA. 1988.

MUELLER-DOMBOIS, D.; ELLENBERG, H.. Aims and Methods of Vegetation Ecology. New York: Wiley, 1974.

OLIVEIRA, A.A. Diversidade, estrutura e dinâmica do componente arbóreo de uma floresta de terra firme de Manaus, Amazonas. Tese de Doutorado. São Paulo: Universidade de São Paulo - USP, 1997.

OLIVEIRA, A.N. et al. Composition and floristic diversity in one hectare of a upland forest dense in Central Amazonia,Amazonas, Brazil. [S.I.]: Biodiversity and Conservation (in press), 2003.

OLIVEIRA, A.N.; AMARAL, I. L. Florística e fitossociologia de uma floresta de vertente na Amazônia Central, Amazonas, Brasil. Acta Amazonica.VOL. 34(1), 2004.

OLIVEIRA, A.N.; AMARAL, I.L. Florística e fitossociologia de uma floresta de vertente na Amazonia central, Amazonas, Brasil. Acta Amazonica, 34(1):9-35. 2003.

OLIVEIRA, A.N.; AMARAL, I.L.; NOBRE, A.D.; COUTO, L.B.; SADO, R.M. Composition and floristic diversity in one hectare of a upland forest dense in Central Amazonia, Amazonas, Brazil. Biodiversity and Conservation (in press). 2003.

OLIVEIRA, A.N.; AMARAL, I.L.; RAMOS, M.B.P.; NOBRE, A.D.; COUTO, L.B.; SAHDO, R.M. Composição ediversidade florísticoestrutural de um hectare de floresta densa de terra firme na Amazônia Central, Amazonas,Brasil. Acta Amazonica 38(4): 627-641. 2008.

PEREIRA, L. A.; SOBRINHO, F.A.P; COSTA NETO, S. V. Florística e Estrutura de Uma Mata de Terra Firme na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Rio Iratapuru, Amapá, Amazônia Oriental, Brasil. Floresta (Online) (Curitiba), v. 41, p. 113-122, 2011.

PIRES, J. M.; PRANCE, G. T. The vegetation types of the Brazilian Amazon. In: Prance, G.T.; Lovejoy, T.E. (Eds.). Key environments Amazônia. New York: Pergamon Press, 1985.

PORTO, M.L.; LONGHI, H.M.; CITADINI, V.; RAMOS, R.F.; MARIATH, J.E.A. 1976. Levantamento fitossociológico em área de "matade-baixio", na estação Experimental de Silvicultura Tropical - INPA - Manaus - Amazonas. Acta Amazonica, 6:301-318

RUOKOLAINEN, K. et al.Comparación florística de doce parcelas en bosque de tierra firme en la Amazonia peruana.[S.I]: Acta Amazonica, 24 (1/2), 1994.

SAYRE, R. et al. Terrestrial Ecosystems of South America. In: THE NORTH America Land Cover Summit. Washington: American Association of Geographers, 2008

SERVIÇO FLORESTAL BRASILEIRO - SFB. Florestas do Brasil em resumo: dados de 2005-2010. Brasília: SFB, 152 p., 2010

SILVA, K.E.; MATOS, F.D.A.; FERREIRA, M.M. Composição florística e fitossociologia de espécies arbóreas do Parque Fenológico da Embrapa Amazônia Ocidental. Acta Amazonica, 38: 213222, 2008.

UHL, C.; MURPHY, P.G. Composition, Structure and Regeneration of a tierra firme Forest in the Amazonian Basin of Venezuela. Tropical Ecology, 22: 219-237, 1981.

WHITTAKER, R.H. Classification of natural communities. The Botanical Review. v.28, nº 1, 1962.