Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Estudo da Prevalência de Enteroparasitoses no Município de Ferreira Gomes/AP após a Enchente em 2011

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n3p15-24

http://periodicos.unifap.br/index.php/biota/index 

downloadpdf

Nathalye D. Martins1, Kellen C. I. Cardoso1 & Álvaro A. R. D. Couto2

 

Resumo: O objetivo deste trabalho foi investigar a prevalência de enteroparasitoses quando da enchente no município de Ferreira Gomes no estado do Amapá no período de abril e maio de 2011. Foi realizado estudo epidemiológico de natureza retrospectiva, cujas variáveis de análise foram os exames coproparasitológicos realizados na população no período de observação (abril a maio/2011), durante ação promovida pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Amapá (LACEN/AP), realizada em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde. Foram realizados 203 exames coprológicos evidenciando-se 64,04% de positividade para uma, duas ou três espécies parasitárias e 35,96% com resultado negativo. Maior frequência de casos positivos se deu no sexo feminino (64,62%) contra (35,38%) para o masculino. Evidenciou-se a faixa etária entre 01 a 20 anos com maior ocorrência de enteroparasitos, representando (50,77%) dos casos. Foram identificadas oito espécies diferentes de parasitos nas amostras analisadas. As mais frequentes foram Endolimax nana (35,63%), Entamoeba histolytica (24,70%), Entamoeba coli (17,81%) e Giardia intestinalis (12,96%). Além de Ascaris lumbricoides (4,45%), Trichuris trichiura (3,24%), Pentatrichomonas hominis (0,81%) e Hymenolepis nana (0,40%). Observação marcante foi a detecção de poliparasitados (62,31%) em particular pela associação E. histolytica/E. nana e (37,69%) monoparasitados, principalmente pela E. histolytica (21,86%). As enteroparasitoses evidenciadas no âmbito desse estudo, considerando sobretudo as circunstâncias eco ambientais presentes, sugerem que a intensidade e diversidade de parasitos e respectivas incidências podem estar relacionadas também a ausência de drenagem de águas pluviais, ocupação desordenada da área e rede de água e esgoto deficientes.

Palavras-chave: parasitas intestinais, população, Ferreira Gomes.

 

Abstract: The objective of this study was to investigate the prevalence of intestinal parasites during flooding in Ferreira Gomes/AP between april and may of 2011. A retrospective epidemiological study, whose analysis variables were the parasitological examinations in the population residents in Ferreira Gomes/AP between April and May of 2011, during action promoted by LACEN/AP in partnership with the State Health Department. We performed 203 stool tests, which 64.04% positivity for one, two or three species of parasites and 35.96% of samples were negative. The highest frequency of parasites was in females (64.62%) than males (35.38%). Patients aged between 01-20 years were the most affected by intestinal parasites (50.77%). It was identified eight species of parasites in the samples. The most frequent parasites found were Endolimax nana (35.63%), Entamoeba histolytica (24.70%), Entamoeba coli (17.81%) and Giardia intestinalis (12.96%). It still were found Ascaris lumbricoides (4.45%), Trichiura trichiura (3.24%), Pentatrichomonas hominis (0.81%) and Hymenolepis nana (0.40%). Polyparasitism was observed in 62.31% of samples particular by associating E. histolytica/E. nana (37.69%) and monoparasitism mainly by E. histolytica (21.86%). The enteroparasitism evidenced on this study, especially considering the environmental conditions in Ferreira Gomes, suggesting that the intensity and diversity of parasites and their effects may also be related to lack of storm water drainage, disorderly occupation of the area and the water mains and sewage disabled .intestinal parasites in the county may be related to the lack of stormwater drainage, disorderly occupation of the area and deficient water and sewer system.

Key words: intestinal parasites, population, Ferreira Gomes.

 

1 Laboratório Central de Saúde Pública do Amapá “Prof. Reinaldo Damasceno”, Rua Tancredo Neves, n°1118, Bairro: São Lázaro, Macapá – AP, CEP: 68908-530, Tel: (96) 3212-6175
2 Universidade Federal do Amapá, Rod. Juscelino Kubitscheck – Km 02, Bairro: Jardim Marco Zero, Macapá – AP, CEP: 68903-419, Tel: (96) 3312-1700

 

Literatura Citada

ABRAHAM, R.S.; TASHIMA, N.T.; SILVA, M.A. Prevalência de enteroparasitoses em reeducandos da Penitenciária “Maurício Henrique Guimarães Pereira” de Presidente Venceslau – SP. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v.1, n.39, p.39-42, 2007.

ANTUNES, R.M.; ANTUNES, J.V.M.; OLIVEIRA, L.G.A.; BELINELO, V.J.; VIEIRA FILHO, S.A. Prevalência de enteroparasitoses em crianças de um centro escolar de ambiente rural de São Mateus, ES, Brasil. Enciclopédia Biosfera, v.7, n.12, p.1-8, 2011.

AYRES, M. Bioestat 5.0. Sociedade Civil Mamirauá/MCT/CNPq. Imprensa Oficial do Estado do Pará, Belém, Brasil, 2007.

BAPTISTA, S.C.; BREGUEZ, J.MM.; BAPTISTA, M.C.P.; SILVA, G.M.S.; PINHEIRO, R.O. Análise da incidência de parasitoses intestinais no município de Paraíba do Sul, RJ. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v.38, n.4, p.271-273, 2006.

BARRETO, J.G. Detecção da incidência de enteroparasitos nas crianças carentes da cidade de Guaçuí – ES. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v.38, n.4, p.221-223, 2006.

BASSO, R.M.C.; SILVA-RIBEIRO, R.T.; SOLIGO, D.S.; RIBACKI, S.I.; CALLEGARI-JACQUES, S.M.; ZOPPAS, B.C.A. Evolução da prevalência de parasitoses intestinais em escolares em Caxias do Sul, RS. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v.41, n.3, p.263-268, 2008.

BELLIN, M.; GRAZZIOTI, N.A. Prevalência de parasitas intestinais no município de Sananduva/RS. NewsLab, v.104, p.116-122, 2011.

BELLOTO, M.V.T.; SANTOS JUNIOR, J.E.; MACEDO, E.A.; PONÇA, A.; GALISTEU, K.J.; DE CASTRO, E.; TAUYR, L.V.; ROSSIT, A.R.B.; MACHADO, R.L.D. Enteropasitoses numa população de escolares da rede pública de ensino do município de Marissol, São Paulo, Brasil. Revista Pan-Amazônica de Saúde, v.2, n.1, p.37-44, 2011.

BOIA, M.N.; MOTTA, L.P.; SALAZAR, M.S.P.; MUTIS, M.P.S.; COUTINHO, R.B.A.; COURA, J.R. Estudo das parasitoses intestinais e da infecção chagásica no Município de Novo Airão, Estado do Amazonas, Brasil. Caderno de Saúde Pública, v.15, n.3, p. 497-504, 1999.

BÓIA, M.N.; CARVALHO-COSTA, F.A.; SODRÉ, F.C.; EVER-SILVA, W.A.; LAMAS, C.C.; LYRA, M.R. et al. Mass treatment for intestinal heminthiasis control in na amazonian endemic area in Brazil. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v.48, n.4, p.189-195, jul.-aug., 2006.

BUSCHINI, M.L.T.; PITTNER, E.; CZERVINSKI, T.; MORAES, I.F.; MOREIRA, M.M.; SANCHES, H.F.; MONTEIRO, M.C. Spatial distribution of enteroparasitas among school children from Guarapuava, State of Paraná, Brazil. Revista Brasileira de Epidemiologia, v.10, n.4, p.568-578, 2007

CARDOSO, L.S.; BERINO, E.; DE DEUS, A.B.S.; DE LUCA, S.J.Cryptosporidium e Giardia em águas e efluentes: estado daarte. In: CONGRESO INTERAMERICANO DE INGENIERÍA SANITARIA Y AMBIENTAL, 28., 2002, Cancún. Anais... México: FEMISCA, 2002.8p.

CARDOSO, F.M.; MORCILLO, A.M.; ZEFERINO, A.M.B.; ANTONIO, M.A.R.G.M. Enteroparasitoses em usuários da rede municipal de saúde de Campinas, São Paulo. Revista de Ciências Médicas, v.14, n.4, p.337-342, 2005.

CARNEIRO, L.C.; SOUZA, F.A. Estudo parasitológico de exames coprológicos no Hospital Municipal de Piracanjuba-GO. NewsLabn, v.101, p.136-140, 2010.

CARRILO, M.R.G.G.; LIMA, A.A.; NICOLATO, L.C. Prevalência de enteroparasitoses em escolares do Morro de Santana no município de Ouro Preto, MG. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro, v.37, n.3, p.191-193, jul.-set. 2005.

CARVALHO-COSTA, F.A.; GONÇALVES, A.Q.; LASSANCE, S.L.; SILVA NETO, L.M.; SALMAZO, C.A.A.; BÓIA, M.N. Giardia lamblia and other intestinal parasitc infections and their relationships with nutricional status in children in brazilian amazon. Revista do Instituto de Medicina Tropical, São Paulo, v. 49, n. 3, p. 147-153, may-jun. 2007.

CASTRO, A.Z.; VIANA, J.D.C.; PENEDO, A.A.; DONATELE, D.M. Levantamento das parasitoses intestinais em escolares da rede pública na cidade de Cachoeiro de Itapemirim – ES. News Lab, São Paulo, v.64, p.140-144, 2004.

CHAVES, E.M.S.; VAZQUEZ, L.; LOPES, K.; FLORES, J.; OLIVEIRA, L.; RIZZI, L.; FARES, E.Y., QUEIROL, M. Levantamento de protozoonoses e verminoses nas sete creches municipais de Uruguaiana, Rio Grande do Sul – Brasil. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v.38, n.1, p.39-41, 2006.

CHIEFFI, P.P.; GRYSCHEK, R.C.B.; AMATO NETO, V. Diagnóstico e tratamento de parasitoses intestinais. Revista Brasileira de Clinica Terapêutica, v.26, n.2, p.163-170, 2000.

COIMBRA JR., C.E.A.; SANTOS, R.V. Avaliação do estado nutricional num contexto de mudança sócio-econômica: O grupo indígena Suruí do Estado de Rondônia, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v.7, p.538-562, 1991.CORRÊA, L.L.; NETO, V.A. Exame parasitológico das fezes. 5° Ed. São Paulo: Sarvier. 1990.

COSTA-MACEDO, L.M.; MACHADO-SILVA, J.R.; RODRIGUES-SILVA, R.; OLIVEIRA, L.M.; VIANNA, M.S.R. Enteroparasitoses em pré-escolares de comunidades favelizadas da cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Caderno de Saúde Pública, v.14, n.4, p.851-855, 1998.

COSTA, O.R. Incidência de parasitos intestinais em quatro cidades da Amazônia. Revista do Serviço Especial de Saúde Pública, v.1, n.2, p.203-219, 1947.

DIAS, L.C.S.; FILHO, J.D.; PAES, M.G.; FARIAS, A.N.; AGUIAR, J.C.S. Prevalência de parasitas intestinais em habitantes do rio Negro, Estado do Amazonas, Brasil. Acta Amazonica, v.12, n.1, p.65-70, 1982.

FERRARI, J.O.; FERREIRA, M.U.; ARANHA CAMARGO, L.M.; FERREIRA, C.S. Intestinal parasites among Karitana indians from Rondônia state, Brasil. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v.34, n.3, p.223-225, 1992.

FERREIRA, C.B.; MARÇAL JUNIOR, O. Enteroparasitoses em escolares do Distrito de Martinésia, Uberlândia, MG: um estudo-piloto. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v.30, n.5, p.373-377, 1997.

FERREIRA, M.U.; FERREIRA, C.S.; MONTEIRO, C.A. Tendência circular das parasitoses intestinais na infância na cidade de São Paulo (1984-1996). Revista de Saúde Pública, São Paulo, v.34, p.73-83, 2000.

FERREIRA, J.R.; VOLPATO, F.; CARRICONDO, F.M.; MARTINICHEN, J.C.; LENARTOVICZ, V. Diagnóstico e prevenção de parasitoses no reassentamento São Francisco, em Cascavel – PR. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro, v. 36, n. 3, p. 145-246, set.-out. 2004.

FERREIRA, D.S.; VIEIRA, G.O. Frequência de enteroparasitas na população atendida pelo laboratório de análises clínicas Dr. Emmerson Luíz da Costa. Saúde & Ambiente em Revista, v.1, n.2, p.70-75, 2006.

FILHO, F.A. Toxocariase humana e parasitoses intestinais em áreas sob risco de enchentes no município de Campinas, Estado de São Paulo, Brasil. 2002. Xf. Dissertação (Mestrado) Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

FILHO, F.A.; CORRÊA, C.R.S.; RIBEIRO, M.C.S.A.; CHIEFFI, P.P. Parasitoses intestinais em áreas sob risco de enchente no município de Campinas, Estado de São Paulo, Brasil. Revista de Patologia Tropical, v.36, n.2, p.159-169, 2007.

FIRMO, W.C.A.; MARTINS, N.B.; SOUSA, A.C.; COELHO, L.S.; FREITAS, M.S. Estudo comparativo da ocorrência de parasitos intestinais no serviço de saúde pública e privado de Estreito-MA. Revista de Biologia e Farmácia, Paraíba, v.6, n.1, p.85-93, 2011.

FONTBONNE, A.; FREESE-DE-CARVALHO, E.; ACIOLI, M.D.; DE SÁ, G.A.; CESSE, E.A.P. Fatores de risco para poliparasitismo intestinal em uma comunidade indígena de Pernambuco, Brasil. Caderno de Saúde Pública, v.17, n.2, p.367-373, 2001.

GOMES, D.K.M.; LUCENA, M.C.; BARROS, M.G. Perfil epidemiológico e coproparasitológico de crianças menores de 5 anos internadas no Hospital Governador João Alves Filho em Aracajú – SE, com quadro de diarreia aguda. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v.37, n.4, p.257-259, 2005.

GROSS, R.; SCHELL, B.; MOLINA, M.C.; LEÃO, M.A.; STRACK, U. The impact of improvement over water supply and sanitation facilities on diarrhea and intestinal parasites: a Brazilian experience with children in two low-income urban communities. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v.23, p.214-220,1989.

GUERRA, E.M.; VAZ, A.J.; TOLEDO, L.A.S.; IANONI, S.A.; QUADROS, C.M.S.; DIAS, R.M.D.S.; BARRETTO, O.C.O. Infecções por helmintos e protozoários intestinais em gestantes de primeira consulta atendidas em centros de saúde da rese estadual no subdistrito de Butatã, município de São Paulo. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v.33, n.4, p.303308, jul.-ago., 1991.

GURGEL, R.Q.; CARDOSO, G.S.; SILVA, A.M.; SANTOS, L.N.; OLIVEIRA, R.C.V. Creche: ambiente expositor ou protetor nas infestações por parasitas intestinais em Aracajú, SE. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v.38, p.267-269, 2005.

HURTADO-GUERRERO, A.F.; ALENCAR, F.H.; HURTADO-GUERRERO, J.C. Ocorrência de enteroparasitas na população geronte de Nova Olinda do Norte – Amazonas, Brasil. Acta Amazônica, v.35, n.4, p.487-490, 2005.

KOMAGOME, S.H.; ROMAGNOLI, M.P.M.; PREVIDELLI, I.T.S.; FALAVIGNA, D.L.M.; DIAS, M.L.G.G.; GOMES, M.L. Fatores de risco para infecção parasitária intestinal em crianças e funcionários de creche. Ciência e Cuidados a Saúde, v.6, supl 2, p.442-447, 2007.

LODO, M.; OLIVEIRA, C.G.B.; FONSECA, A.L.A.; CAPUTTO, L.Z.; PACKER, M.L.T.; VALENTI, V.E.; FONSECA, F.L.A. Prevalência de enteroparasitas em município do interior paulista. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano, v.20, n.3, p.769-777, 2010.

LOPES, L.M.; SANTOS, E.S.; SAVEGNAGO, T.L.; SALVADOR, F.A.; RIBEIRO-BARBOSA, E.R. Ocorrência de parasitas e comensais intestinais em crianças da comunidade da Vila Inglesa, em São Paulo, SP, Brasil. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v.69, n.2, p.252-254, 2010.

LOUREIRO, E.C.B.; SOUZA, C.O.; SOUSA, E.B.; SANTOS, D.V.; ROCHA, D.C.C.; RAMOS, F.L.P.; SILVA, M.C.M. Detecção de bactérias enteropatogênicas e enteroparasitas em pacientes com diarreia aguda em Juruti, Pará, Brasil. Revista Pan-Amazônica de Saúde, v.1, n.1, 2010.

MACEDO, L.M.C.; REY, L. Enteroparasitoses em gestantes e puérperas no Rio de Janeiro. Cadernos de Saúde Pública, v.12, n.3, p. p.383-388, jul.-sept., 1996.

MACHADO, M.T.; MACHADO, T.M.S.; YOSHIKAE, R.M.; SCHMIDT, A.L.A.; FARIA, R.C.A.; PASCHOOALOTTI, M.A.; BARATA, R.C.B.; CHIEFFI, P.P. Ascariasis in the subdistrict of Cavacos, municipality of Alterosa (MG), Brazil: effect of mass treatment with albendazole on the intensity of infection. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v.38, n.4, p.265-271, 1996.

MALTA, R.C.G. Estudo epidemiológico dos parasitas intestinais em crianças no município de Votuporanga – SP. 2006. 124f. Dissertação (Mestrado em Parasitologia Campinas). Universidade Estadual de Campinas/ UNICAMP, Campinas, 2006.

MARINHO, I. Ferreira Gomes festeja 18 anos com título no futebol. Diário do Amapá, Macapá, 18 dez. 2005. p. 02.MARQUES, S.M.T.; BANDERA, C.; QUADROS, R.M. Prevalência de enteroparasitoses em Concórdia, Santa Catarina, Brasil. Parasitologia Latinoamericana, v.60, p.78-81, 2005.

MIRANDA, R.A.; XAVIER, F.B.; MENEZES, R.C. Parasitismo intestinal em uma aldeia indígena Parakanã, sudeste do Estado do Pará, Brasil. Caderno de Saúde Pública, v.14, n.3, p.507-511, 1998.

MORAIS, P.D.; MORAIS, J.D. Amapá em perspectiva: uma abordagem histórico-geográfica. Macapá: Gráfica J.M., 2005.

OLIVEIRA, C.L.M.; FERREIRA, W.A.; VASQUEZ, F.G.; BARBOSA, M.G.V. Parasitoses intestinais e fatores socioambientais de uma população da área periurbana de Manaus – AM. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, v.23, n.4, p.307-315, 2010.

ORGANIZAÇÃO PANAMERICANA DE SAÚDE. Declaração de Sundsvall. In: Terceira Conferência Internacional sobre Promoção da Saúde, jun. 1991, Sundsvall. Disponível em: <http://www.opas.org.br/coletiva/uploadArq/Sundsvall.pdf>. Acesso em: 06 nov. 2011.

ORLANDI, P.P.; SILVA, T.; MAGALHÃES, G.F.; ALVES, F.; CUNHA, R.P.A.; DURLACHER, R.; SILVA, L.H.P. Enteropathogens associated with diarrheal disease in infants of poor urban areas of Porto Velho, Rondônia: a preliminary study. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, v.96, n.5, p.621-625, 2001.

PATZ, J. A. et al. Effects of environmental change on emerging parasitic diseases. International Jounal of Parasitology, v. 30, n. 30, p. 1395-1405, 2002.

PEREIRA, J.R. Práticas de controle e prevalência de helmintos gastrintestinais parasitos de bovinos leiteiros em Pindamonhangaba, São Paulo, Brasil. Revista de Ciências Agroveterinárias, v.10, n.1, p.16-22, 2011.

PEREIRA, M.F.; COELHO, F.A.S.; MARSON, F.G.; CAPUANO, D.M.; KANAMURA, H.Y. Ocorrência de enteroparasitos e comensais em crianças do ensino fundamental no município de Pindamonhangaba, SP, Brasil. Revista Biociências, v.17, n.1, 2011.

PEZZI, N.C.; TAVARES, R.G. Relação de aspectos sócio-econômicos e ambientais com parasitoses intestinais e eosinofilia em crianças da ENCA, Caxias do Sul – RS. Estudos, v.34, n.11/12, p.10411055, 2007.

QUADROS, R.M.; MARQUES, S.; ARRUDA, A.A.R.; DELFES, P.S.W.R.; MEDEIROS, I.A.A. Parasitas intestinais em centros de educação infantil muncipal de Lages, SC, Brasil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Uberaba, v.37, p.422-423, set-out, 2004.

RODRIGUEZ-BAPTISTA, Z.; COUTO, B.R.G.; PENA, L.D.F.; CADETE, M.M.M. Prevalência de parasitas intestinais em alunos do ensino fundamental da favela Cabana, município de Belo Horizonte, MG, Brasil. Ciência & Conhecimento, v.3, n.9, p.207-223, 2007.

SANTOS, R.V.; COIMBRA JR, C.E.A.; OTT, A.M.T. Estudos epidemiológicos entre grupos indígenas de Rondônia. III. Parasitoses intestinais nas populações dos vales dos rios Guaporé e Mamoré. Caderno de Saúde Pública, v.1, n.4, p. 467-477, 1985.

SANTOS, J.F.; CORREIA, J.E.; GOMES, S.S.B.S.; SILVA, P.C.; BORGES, F.A.C. Estudo das parasitoses intestinais na comunidade carente dos bairros periféricos do município de Feira de Santana (BA), 1993-1997. Sitientibus, v.20, p.55-67, 1999.

SANTOS, R.C.V.; HOERLLE, J.L.; AQUINO, A.R.C.; DE CARLI, G.A. Prevalência de enteroparasitoses em pacientes ambulatoriais do Hospital Divina Providência de Porto Alegre, RS. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro, v.36, n.4, p.241-243, out.-dez. 2004.

SANTOS, F.S.; GAMA, A.S.M.; FERNANDES, A.B.; REIS JUNIOR, J.D.D.; GUIMARÃES, J. Prevalência de enteroparasitismo em crianças de comunidades ribeirinhas do município de Coari, médio Solimões, Amazonas, Brasil. Revista Pan-Amazônica de Saúde, v.1, n.4, p.23-28, 2010.

SILVA, E.F.; GOMES, M.A. Amebíase: Entamoeba histolytica /Entamoeba díspar. In: NEVES, D.P. Parasitologia Humana. 11° Ed. Atheneu. 2005.

SILVA, E.F.; SILVA, E.B.; ALMEIDA, K.S.; SOUSA, J.J.N.; FREITAS, F.L.C. Enteroparasitoses em crianças de áreas rurais do município de Coari, Amazonas, Brasil. Revista de Patologia Tropical, v.38, n.1, p.35-43, 2009.

SORIANO, S.V.; MANACORDA, A.M.; PIERANGELI, N.B.; NAVARRO, M.C.; GIAYETTO, A.L.; BARBIERI, L.M.; LAZZARINI, L.E.; MINVIELLE, M.C.; GRENOVERO, M.S.; BASUALDO, J.A. Parasitosis intestinales y su relacion con factores socioeconómicos y condiciones de habitat em niños de Neuquén, Patagonia, Argentina. Parasitologia Latinoamericana, v.60, p.154-161, 2005.

TORRES, J.V.P. Avaliação epidemiológica de parasitoses intestinais entre escolares assistidos por microáreas de unidades de saúde da família em Campo Belo-MG. 2006. 86f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Saúde). Universidade José do Rosário Vellano, Minas Gerais, 2006.

UCHÔA, C.M.A.; LOBO, A.G.B.; BASTOS, O.M.P; MATOS, A.D. Parasitas intestinais: prevalência em creches comunitárias da cidade de Niterói, Rio de Janeiro – Brasil. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v.60, n.2, p.97-101, 2001.

UECKER, M.; COPETTI, C.E.; POLEZE, L.; FLORES, V. Infecções parasitárias: diagnóstico imunológico de enteroparasitoses. Revista Brasileira de Análises Clínicas, v.39, n.1, p.15-18, 2007.

ZAIDEN, M.F. Enteroparasitoses em crianças de 0 a 6 anos de crèches municipais de Rio Verde – GO e sua interface com o meio ambiente. 2006. 77f. Dissertação (Mestrado) Universidade de Franca, Franca, 2006.