Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Recordações do Escrivão Isaías Caminha: Entrelaçamento de Autobiografia e Memória na Obra Ficcional de Lima Barreto1

DOI: http://dx.doi.org/10.18304/1984-6614/scripta.alumni.n2p192-199

http://www.uniandrade.br/revista-scripta-alumni.php 

downloadpdf

Renilda M. Florencio2

  

Resumo: Este trabalho faz uma leitura de Recordações do escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto como romance autobiográfico, em que as lembranças do narrador–personagem estabelecem paralelos com a biografia do autor. Simultaneamente, o narrador traça um instigante painel cultural e político do Rio de Janeiro, do início do século XX. À luz dos conceitos desenvolvidos por Philippe Lejeune, em O pacto autobiográfico, sobre a escrita do “eu”, e Wander Melo Miranda, em Corpos escritos, sobre a delicada relação entre memória e autobiografia, ressalta-se o caráter memorialístico do romance. Examina-se também a crítica veemente que Lima Barreto faz dos vícios de uma sociedade hipócrita e preconceituosa, como alguém que sofrera visceralmente a dor da miséria, da doença, da solidão e do preconceito.

Palavras-chave: Lima Barreto. Ficção autobiográfica. Crítica social e política.

 

Abstract: This work analyzes Lima Barreto’s novel Recordações do escrivão Isaías Caminha as an example of autobiographical fiction, in which the recollections of the character-narrator establish parallels with the author’s biography. Simultaneously, the narrator depicts an arresting cultural and political panorama of Rio de Janeiro at the beginning of the XX century. With the support of Philippe Lejeune’s concepts of autobiography and related genres in “The autobiographical pact” and Wander Melo Miranda’s studies about the permeable borders between memoir and autobiography, in Corpos escritos, the novel’s characteristics of memoir are emphasized. It examines further Lima Barreto’s vehement indictment of  a hypocritical and biased society, from the standpoint of someone who had personally experienced the suffering of poverty, illness, solitude and prejudice.

Key words: Lima Barreto. Autobiographical fiction. Social and political criticism.

 

1 Trabalho orientado pela professora Dra. Mail Marques de Azevedo
2 Mestranda em Teoria Literárura no Centro Universitário Campos de Andrade - renilda.florencio@gmail.com

 

Literatura Citada

BARRETO, Lima. Diário íntimo. Editora Brasiliense. São Paulo. 1956

BARRETO, Lima. Recordações do escrivão Isaías Caminha. São Paulo: Editora Ática, 2002.

LEJEUNE, Philippe. El pacto autobiográfico y otros studios. Trad. Ana Torrent Madrid: Megazul – Endymion, 1986

MIRANDA, Wander Melo. Corpos escritos. São Paulo. Edusp, s/d

PRADO, Antônio Arnoni. Lima Barreto. Seleção de textos, notas, estudos biográfico, histórico e crítico. 3.ed. São Paulo: Nova Cultural, 1990.